In my Mailbox #43

Oi gente! Tudo bem? IMM de volta essa semana! \o/ Eu tinha tentado gravar algo semana passada, mas São Paulo foi uma loucura e eu não consegui postar, então deixei pra essa semana mesmo. Relevem minha cara zumbi, eu tinha acabado de acordar ~.~ e tava (tô) morrendo de sono (!). E minha câmera me trollou tão forte hoje que nem me deixou dizer que eu falei rápido porque ela provavelmente iria me trollar =P Eu esqueci de mostrar duas coisas, mas tirei fotos, logo ali embaixo! =) Então, espero que gostem! ^^

  • Livros
  1. Firelight, da Sophie Jordan
  2. Intrinsical, da Lani Woodland
  3. The Boyfriend of the Month Club, da Maria Geraci
  4. The DUFF, da Kody Keplinger
  5. So Much Closer, da Susane Colasanti
  6. The Locket, da Stace Jay
  7. Immortal Beloved, da Cate Tiernan
  8. Flirt Club, da Cathleen Daly
  9. Quem é você, Alasca?, do John Green
  10. Beastly, da Alex Flinn
  • Mangás
  1. Spicy Pink #2, da Wataru Yoshizumi (Panini)
  2. Blood Honey, da Sakyou Yozakura (NewPop)
  3. As estrelas Cantam #4, da Natsuki Takaya (Panini)
  4. Zucker, do Studio Seasons (NewPop)
  • Pessoas
  1. Livia, do Wishing a Book (Thanks a million!!)
  2. Bianne Souza
  3. Mari (da Revista Fantástica)
  • Links
  1. Psychobooks Convida com a Mari falando sobre Zucker
  • Maaaais:

Pingentes lindos das séries Amantes e Milionários e LatinLovers da Harlequin! Não conheço as séries, mas AMEI os mimos! *_*

Vale-Ingresso para o filme A garota da Capa Vermelha, da Editora ID! E com promoção via twitter!! Até o dia 05/05!!

Para participar, me siga no twitter (@marypaixao), siga a Editora iD (@editoraid) e tweet a seguinte frase:

A @marypaixao e a @editoraid vão me dar um ingresso para A Garota da Capa Vermelha! http://bit.ly/jVYhTK #valeingressoAGAROTADACAPAVERMELHA

Paixão por Mangás #4

Paixão por Mangás é uma coluna que vai ao ar toda quarta-feira, trazendo informações, novidades e comentários sobre mangás – quadrinhos japoneses de diferentes estilos e gêneros. Toda semana essa imagem daí de cima mudará: essa semana tem a Sakura Endou, de Spicy Pink; o Honey-senpai, de Colégio Ouran Host Club; e a Hagu, de Honey & Clover — todos publicados aqui no Brasil pela Editora Panini.

Então, continuemos com a seção sobre mangás aqui no blog! Primeiramente, agradeço mais uma vez todos os comentários nessa coluna, vocês tem gostado bastante e isso me anima MUITO! *_* YAY! Hoje falarei sobre outra editora, a Panini.

A Editora Panini começou na Itália, com os dois irmãos Panini abrindo uma banca de jornal e, posteriormente, uma distribuidora de jornais. Na verdade, oficialmente, o Grupo Panini começou em 1961, com o lançamento da primeira coleção de figurinhas do Campeonato Italiano de Futebol. Depois de muitas indas e vindas, o Grupo foi incorporado ao grupo Marvel Entertainment, por volta de 1992. No Brasil, a Panini se instalou em São Paulo em 1989 e, desde então, vem publicando não só mangás, mas também gibis (Turma da Mônica!), HQs e livros. Na área de mangás, a Panini atualmente tem 53 séries lançadas e vem anunciando muitas novidades (e isso sem falar da parte de HQs)!

Acho que a Panini é a minha editora preferida, mas mais pela quantidade de títulos que eu adoro do que pelo preço ou pela qualidade. O preço varia de R$9.90 e R$10.90 pros tankouhons normais, tendo algumas edições ‘especiais’, com preços tipo R$14.90 e R$19.90. Como eu já disse no post sobre a JBC, o preço pesa no bolso, mas diante de todo o trabalho pra se editar e traduzir um mangá, talvez valha. Se eu não me engano todos os mangás da Panini são tankouhons (não tenho certeza, acho que Berserk é meio-tankouhon…), acho que isso é um ponto positivo! Falando de qualidade, ainda não é a que eu acho melhor nesses termos, mas com certeza tem uma qualidade muito boa, principalmente no… capricho, por assim dizer. A maioria das edições tem imagens coloridas nas contracapas e o tratamento das imagens é bem legal.

Eu gosto muito das capas da Panini, normalmente elas seguem os padrões das edições japonesas ou mudam um detalhe pequeno. O que eu não gosto muito é a questão dos títulos, que normalmente levam em conta os títulos americanos e fazem umas junções estranhas (e acabam como Shinshi Doumei Cross, que é essa segunda capa daí de cima, The Gentlemen’s Alliance. Essa nossa edição é praticamente a cópia da edição americana ~.~). Mas eu tento relevar isso, pois provavelmente é um termo de contrato e tem toda aquela burocracia pra comprar um título, é bem complicado…

Sobre as capas daí de cima: As estrelas cantam é o segundo trabalho da Natsuki Takaya (L) publicado aqui no Brasil (o primeiro foi Fruits Basket, pela JBC) e eu sou fascinada por ela, vocês provavelmente já sabem. Então coloquei essa capa aqui, pra dizer o quanto a Takaya-san é diva e que vocês deveriam fazer como eu: COMPREM todos! (haha!) Essa é uma das poucas séries que eu acompanho atualmente. A segunda capa é The Gentlemen’s Alliance, da Arina Tanemura, que como eu disse antes é uma cópia da edição americana do original japonês Shinshi Doumei Cross. Sério, odiei esse título. Muito. Poderiam tranquilamente ter deixado como Shinshi Doumei Cross. GRRR +_+! Ainda não comprei porque não consigo engolir esse título, acredita? Enfim! A última capa é Gantz, do Hirota Oku, que eu morro de vontade de comprar mas é uma série enorme e seinen e extremamente interessante! Quero muito! Cliquem nas capas pra ir pro site oficial da Panini! Se bem que lá não tem as sinopses… Alguém sabe um site onde tenha sinopse de mangás?, como se fosse um skoob?

Ah!, quanto aos meus preferidos da editora: As estrelas cantam, logicamente, pois a Takaya é diva! Queria tanto que saísse mais rápido…! Adoro Black Bird também, apesar de ser bem clichêzinho… E Full Metal Panic! é muito bom também! Yay! Mas quem adora mangás sabe que a Panini praticamente (que exagero!) sobrevive de Naruto na parte dos shounens e de Ouran na parte de shoujos. Sim, é uma generalização tremeeenda, mas eles são os mais conhecidos mesmo. Enfim, até a próxima semana, ainda no ‘tour’ das editoras! ;)