Desafio para 2016: biografias

Eu ia começar esse post dizendo que não gosto de ler biografias porque não gosto de ler sobre a vida das pessoas. Mas depois eu parei pra pensar no quanto isso é estranho. Porque, afinal, eu sempre leio sobre pessoas (fictícias). Não sei realmente o que me aflige em biografias. Mas eu pretendo mudar, ou pelo menos me desafiar a isso, em 2016.

Em 2016, pretendo ler pelo menos seis biografias.

Mas para gostar de ler esse gênero e, ao mesmo tempo, ler sobre trabalho, decidi ler biografias de personalidades do mercado editorial. Então, aceito sugestões de biografias de escritores, editores e agentes literários. Alguém tem sugestões?

Eu já comecei a montar minha lista, e até agora tenho dois títulos:

 

A loja de tudo é uma biografia da Amazon e do Jeff Bezos. Acho que fala mais da, sei lá, estrutura de mercado da Amazon do que realmente da vida do Bezos, mas esse é um dos livros indicados no meu MBA, então estou unindo o útil ao agradável. Eu ia comprar a versão física, mas o e-book tava com uma superpromoção, então acabei comprando a versão digital por 4 reais.

A vida de Philip K. Dick é a biografia desse autor de ficção científica que parece ser sensacional. Eu achei esse livro por acaso na Feira do Livro da USP e acabei comprando, além de ter comprado um livro que ele escreveu, também. Todo mundo fala bastante das obras do Dick e eu acho que a história dele também vai ser interessante.

Eu também tô procurando a biografia do José Olympio, mas não tenho outras ideias do que posso ler nesse assunto. Então peço a ajuda de vocês pra indicações! Eu estipulei a meta de seis livros no ano porque não sei como é meu ritmo de leitura de biografias, mas na real mesmo queria ler um livro por mês, então seriam doze livros que eu não tenho ideia de quais seriam, hahahaha!

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

1 Comentário em Desafio para 2016: biografias

  1. Oi, Mariana.

    Até uns dois/três anos eu mal sabia como eram as biografias e qual era a delas, mas um bom desafio de abrir as portas para fora da zona de conforto me fez abraçar muita coisa legal. Descobri que adoro não ficção!
    Espero que seu desafio te faça abraçar muito livro por aí que passa batido nas prateleiras. Aproveitando a deixa, indico aqui uns queridinhos que li faz um tempinho – foi impossível não lembrar deles quando vi seu post:

    Jason Epstein – O negócio do livro
    dica: prepare as etiquetas adesivadas, ele vai te roubar todas.

    Camilien Roy – A arte de recusar um original
    (não é bem biografia, mas um apanhado de ensaios relativamente biográficos e hilários)

    Cassiano Nunes – Monteiro Lobato: o editor do Brasil
    Bem bem bem curtinho esse. Se você já leu ensaios do livro Impresso no Brasil (Unesp) sobre Lobato, esse livro não vai te trazer nada muito novo, mas tem umas coisas interessantes nele. Uma biografia direta do Monteiro Lobato seria uma boa pedida – só ainda não pude levar um desses pra casa rs

    Lembro de um sobre José Olympio se não me engano, mas vou ter que fuçar no skoob pra descobrir o nome (guardo essas preciosidades lá de lembrete pra qnd for comprar livros). Se eu conseguir achar, volto pra comentar.

    Aproveite as leituras o/

    [Responder]

    Mariana Paixão
    Twitter: marypaixao

    Nossa, adorei as dicas, Kleris, muito obrigada!
    Já vou anotar aqui para as próximas compras!

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge