Resenha: Red Queen, Victoria Aveyard

10838062_629184237215224_2824641707400954813_o

 

Victoria Aveyard lançou esse seu primeiro livro em fevereiro deste ano. Sucesso estrondoso, sempre na lista de mais vendidos, será lançado aqui no Brasil no dia 16 de junho. E eu fiquei tão curiosa no lançamento que eu li em inglês mesmo.

A história gira em torno de Mare Barrow, uma plebeia num mundo em que o poder, político e sobrenatural, é somente dos que têm sangue prateado. Mare tem sangue vermelho e, por isso, precisa roubar o que dá pra família sobreviver. Depois de uma confusão, Mare consegue um emprego no castelo real, e quando descobre um poder até então adormecido, ela se vê no meio de um perigoso mundo de intrigas, onde ela não pode sequer parecer o que realmente é: uma pessoa de sangue vermelho.

O sucesso desse livro é totalmente merecido. A autora não perde o ritmo do começo ao fim, os personagens são bem construídos e carismáticos, as intrigas dão um clima tenso durante todo o livro e tem vários momentos de cair o queixo! A sinopse fala que o livro é uma mistura de Graceling com A Seleção, mas pra mim isso dá a impressão que é um romance com magia, e não é assim. Pra mim funciona mais comparar com A Seleção e Estilhaça-me. Mas sem o foco no romance como acontece nos dois livros.

Se você quer um livro focado no sistema, nas dificuldades, na luta, nas intrigas, na revolta, na mocinha badass que revoluciona todo o poder por ser diferente do que ela deveria ser, esse livro é pra você. É como se Mare Barrow se mostrasse pra você nas primeiras páginas, te desse um escudo e te conduzisse pela aventura que a vida dela se torna. Ela vai lutar pela vida dela e pela sua. E a cada nova surpresa e nova reviravolta e novo perigo, se prepare pra perder seu fôlego e imaginar as piores coisas acontecendo. E eu não vou nem falar do final do livro, que é simplesmente um dos mais empolgantes de todos os livros que eu já li.

Prepare-se pra torcer pela Mare, perder seu ar e lutar com tudo pra não terminar esse livro rápido demais. 5 estrelas bem merecidas e uma linda recomendação vermelha pra todo mundo ler!

Livro: A Rainha Vermelha
Série: Rainha Vermelha #1
Autora: Victoria Aveyard
Lançamento: 2015
Editora: Seguinte
Links: Skoob | Goodreads
Classificação: 
No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

2 Comentários em Resenha: Red Queen, Victoria Aveyard

  1. Pra mim Red Queen lembra A seleção em poucas coisas no primeiro livro, como o fato dela ser uma plebeia que foi jogada no meio da corte para se casar com um príncipe. Mas em sua maioria a história toda me lembra muito mais The Hunger Games por Mare ter que fingir um relacionamento para as pessoas verem, ser de uma garota que rouba pra sobreviver a simbolo de uma revolução para proteger as pessoas que ela se importa, e mesmo assim todo mundo acaba se machucando mais ainda. Me lembra A song of ice and fire pela rainha manipuladora e o rei cruel e pelo sofrimento real dos personagem focando muito mais no desenvolvimento pessoal dos personagens que ocorreram atráves desses romances do que nos romances em si.

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge