Resenha: Mine Till Midnight, Lisa Kleypas

Dessa leva de primeiros livros de série de romances históricos que a Arqueiro tá lançando — tem também O Duque e Eu Regras da Sedução –, esse da Kleypas foi o que eu menos gostei.

Não é que seja ruim. Acho que eu estranhei mais a cultura diferente do Cam Rohan, que é um cigano, mas que ficou rico e agora é aristocrata. Não me pegou de jeito, e achei que a Amelia teve muitas dúvidas (e muito orgulho besta) sobre o Cam.

A história começa com a família da Amelia ganhando uma fortuna por causa do título do irmão dela, Leo, que não quer nada com a vida e só vive metido em prostíbulos e brigas. Por causa de dificuldades financeiras e a tarefa de cuidar de Leo e de seus outros irmãos, Amelia é uma mulher que não tem muito mimimi, mas tem muitas reservas. Ela demora bastante pra ceder suas vontades pelo Cam.

E o Cam também tem suas reservas, apesar de se entregar mais rápido. Ele é um cigano metade irlandês que vive como aristocrata. Ele sempre se pergunta se esse tipo de vida é realmente pra ele, já que os ciganos preferem o nomadismo, a vida ao ar livre, a liberdade.

Essas reservas dos dois e uma narrativa mais lenta me fizeram não gostar tanto do livro, mas mesmo assim continuarei lendo a série. Acho que vou gostar mais do segundo livro, que já tem um pouco do romance nesse primeiro livro.

Livro: Sedução À Meia-Noite
Série: Os Hathaways #1
Autora: Lisa Kleypas
Lançamento: 2013
Editora: Arqueiro
Links: Skoob
                                                            Classificação: mpcmpcmpcmpc
No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

1 Comentário em Resenha: Mine Till Midnight, Lisa Kleypas

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge