Resenha: Code Name Cassandra, Meg Cabot

Segundo livro da série Desaparecidos, continuando a história de Jess Mastriani depois que foi atingida por um raio. Depois de tudo o que aconteceu no primeiro livro, tudo o que Jess quer é que a deixem em paz. Ela pensava que iria conseguir isso ao aceitar ser monitora do acampamento de verão para crianças com genialidades musicais, mas deixar um poder pra trás não é tão fácil como parece.

Esse é um livro cinco estrelas se você quer se divertir e ler bem rapidinho. A Jess é uma ótima personagem (meio A Mediadora feelings), a narrativa da Meg Cabot é fluida e divertida e a história não é previsível. Só achei que demorou um pouco pra ter algum tipo de ação realmente relevante pro desfecho, mas como é um livro mais juvenil e, bem, a Jess tenta ser normal boa parte do livro, então acho que faz sentido.

O jeito da Jess é tão legal que eu nem tô muito preocupada com as partes de romance, na verdade (o que é raro pra mim). Acho que é porque o Rob é até fofinho, mas não convence. Até porque não se sabe nada sobre ele, praticamente. É muito mais legal ler sobre as crianças do acampamento e as soluções da Jess (todas loucas) pra que elas durmam no horário certo ou pra que se comportem durante as atividades.

O padrão das capas dessa série está lindo (as capas originais são horrorosas), espero que a Galera mantenha esse estilo. A série tem cinco livros, e o terceiro se chama Safe House, ainda sem previsão de lançamento por aqui.

Livro: Codinome Cassandra

Série: Desaparecidos #2

Autora: Meg Cabot

Lançamento: 2012

Editora: Galera Record

Links: Skoob | Resenha do Livro #1

Classificação: 

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

2 Comentários em Resenha: Code Name Cassandra, Meg Cabot

  1. Não sei. Ainda não me convenci de que irei gostar dessa série. “Desaparecidos” tem jeito daqueles livros que não irei gostar (nem sei explicar direito) mas eu também posso estar enganada, assim como pensei que gostaria de “Cabeça de Vento” (e detestei) e assim como pensei que não gostaria tanto de “Garota Americana” (mas amei). Quem sabe lá pro futuro eu leia.
    Debyh recently posted..Amor e Ódio

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge