Paixão por Mangás #24: Colecionando atualmente (1)

Faz tempo que não falo sobre mangás aqui, né? Posso retomar agora, falando sobre o que eu coleciono atualmente?

Tenho MUITOS mangás, já fui BEM mais viciada neles, mas agora coloquei um freio. Em parte por falta de dinheiro, em parte por falta de interesse nos títulos nacionais. Eu até tô vendendo vários, há algum tempo, já viu a lista? Mas aqui vou falar das séries que tô comprando atualmente.

Adorei que a Panini começou a relançar Dragon Ball (shonen, aventura, ação, fantasia) e comecei a colecionar. Já tinha lido grande parte das edições que a Conrad havia lançado, mas não lembrava praticamente nenhum detalhe. A história é bem conhecida, né, eu assisti quase todas as sagas do anime (acho que parei na GT), mas sempre quis ter o mangá pra relembrar detalhes. A maioria das coisas que eu lembrava era já do Gohan e do Goku já mais velho.

Aí eu comecei a comprar essas edições da Panini e WOW! É uma história totalmente nova pra mim! Não lembrava de nada dessa fase do Goku pequeno. Estou adorando! Está sendo ótimo praticamente conhecer os personagens, que eu nem lembrava de onde tinham vindo.

Já li as três primeiras edições (vi a quarta no shopping mas não comprei porque pensei que já tinha pedido online! ledo engano!) e me diverti horrores em cada uma delas! O que eu acho mais interessante é a construção da história. Cada “arco” dela é tão lindamente limitado, com objetivos bem definidos, cada acontecimento tão coeso com toda a história! Muito legal!

Natsuki Takaya é uma das minhas mangakás preferidas, e assim que eu soube que a Panini iria lançar Hoshi wa Utau (shoujo, romance, drama, vida escolar) por aqui eu surtei! Acompanho desde o começo e fico nervosa quando demora meses pra lançar outro volume! A JBC lançou Fruits Basket aqui, o primeiro mangá que eu li, apaixonante desde o primeiro volume, que me fez perceber que teria que ler tudo da Takaya!

É interessante reparar quão diferentes e, ao mesmo tempo, parecidos os personagens da Takaya são. O estilo dela é muito lindo e muito reconhecível. Mas cada história tem seus contextos, seus enredos, suas peculiaridades. A cada novo volume dessa história eu me surpreendo. E encontro pequenas coisas que me lembram Fruits Basket. E choro litros, claro. Na verdade, o tanto de emoções que esse mangá que me passa é uma coisa incrível. Só a Takaya consegue fazer isso.

Essa semana deve chegar o volume 9 pra mim, e a cada volume que chega eu releio tudo. Não só porque os volumes demoram a ser lançados, mas também porque a história vale a pena a esse ponto. Juro! E a cada nova releitura eu descubro um novo aspecto da personalidade dos personagens. Pequenos detalhes que passam despercebidos na primeira leitura e que vão construindo a história.

Conheci Karin (shoujo, fantasia, vida escolar, romance), da Panini, por causa da parceria da editora com o blog. Não esperava nada da história e acabei me surpreendendo tanto que já li tudo em inglês e mesmo assim continuo comprando em português. Karin me conquistou pela simplicidade, na verdade (e também pelo Kenta, hahah).

O que eu acho mais legal é que nos mangás, normalmente as histórias secundárias não são tão secundárias assim, como nos livros. Se Karin fosse apenas a história da Karin e seu romance proibido com o Kenta a história só seria mais uma no meio de tantas outras. Mas as peculiaridades do porquê de ser proibido e o desenvolvimento disso são ótimos!

Karin já está no seu sexto volume e a história cresce a cada um deles. Enquanto eu lia online eu me surpreendia a cada nova situação que era apresentada, cada novo problema a ser enfrentado. A história flui e diverte em todos os volumes! O ritmo fica mais rápido no final, mas talvez isso seja meu vício falando que queria mais. É um mangá despretensioso, divertido e cativante!

Pensei que daria tudo num post só, mas, pra não ficar gigante, próxima semana continuo falando sobre o que eu tô comprando atualmente. E vocês, compram algum desses? O que estão colecionando? O que vocês acham de um post ou um vídeo falando sobre cada volume dos mangás que eu leio? Deem opiniões sobre isso, por favor!

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

4 Comentários em Paixão por Mangás #24: Colecionando atualmente (1)

  1. HOSHI WA UTAU <3
    mari, eu SOFRO com esse mangá pq eu demoro MESES pra encontrar nas bancas! acho que o último que achei e comprei foi o 6, acredita? daí eu quero saber onde que vc tá achando os volumes pra eu ter também :~~ takaya não pode esperar!

    beijão! :*

    [Responder]

    Mariana Paixão
    Twitter: marypaixao

    Manu, sempre compro os meus no http://www.ligahq.com.br
    😀
    Assim que fica disponível lá eu compro, yey \o/

    [Responder]

  2. Ah eu também colecionava bem mais antigamente, o número caiu mas não por falta de interesse, e sim por falta de títulos interessantes.
    Atualmente coleciono “One Piece” (aliás tô louca da vida por ser bimestral) e “Bleach”. Terminei “Ouran Host Club” há um tempinho atrás. E também leio free “Blood Land” e “Ranma 1/2” que minha irmã coleciona.
    Com toda certeza se saísse Hana Yori Dango ou Hana Kimi ou Akuma no Sorou (posso citar mais uns 10 títulos) eu compraria, aliás ainda não sei porque não saiu Hana Yori Dango no Brasil, sendo que o mesmo já foi licenciado em mais de 4 países e produzido mais de 3 versões para TV… Vai entender as editoras nacionais.
    Debyh recently posted..Amor e Ódio

    [Responder]

  3. Fruits Basket também foi meu primeiro mangá, lembro direitinho que minha mãe estava me incentivando a desenhar novas coisas, ai me deu o Furuba (eu tinha por volta de 9 anos)! Quando soube que outo mangá da Natsuki viria ao Brasil, enlouqueci! Graças a Deus, sempre acho os novos volumes de As Estrelas Cantam na banca do meu bairro. E sinceramente, o sorriso da Sakuya é indéntico ao da Tohru! Elas são indenticas de personalidade, só acho a Tohru mais inocente que a Sakuya (e o Chihiro é o total oposto do Kyo, mas ambos sofrem).:3 Confesso que de começo achei absurda a decisão do Chihiro no volume 9, mas relendo e fazendo uma observação pessoal, acho que o Kanade estaria torcendo pelo Chihiro (não só por causa do motivo nobre dele), mas porque ele não estaria interessado romanticamente pela Sakuya??? (Incesto, kkk). Senti que quase rolou um beijo do Kana-chan e ela no volume 7, fiquei com o coração palpitando! O que você acha? Antes mesmo disso, eu tava torcendo pelo Yuuri (que é o oposto do Yuri do Furuba), mas como já rolou o fora da Sakuya, desisti desse sonho! :C AAh, Natsuki, sempre criando uma legião de fãs… Lembro que no auge do Fruits Basket, eu torcia pelo par romantico Tohru e Kyo! E fiquei tão feliiiz quando eles ficaram juntos! Aiai, realmente incrível. Só me decepcionei um pouco com o anime, né? AAH, e eu to torcendo, rezandooo para que As Estrelas Cantam tenha um anime, só que um bem melhor do que o do Furuba! Bjsss :333

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge