Essa coisa de New Adult.

Estava lendo o post do Nem um Pouco Épico sobre New Adult e estava pensando tantas coisas sobre os livros que estão na lista do goodreads que resolvi passar meus pensamentos pra cá. Eu vou falar dos livros que eu já li e que estão nessa lista sendo considerados NA, então passem lá no NUPE pra saber mais sobre o que é (ou seria) NA.

      

Belo Desastre se passa na faculdade e tem muito sexo (assim, comparado com YA).

Longe Demais da Jennifer Echols é um caso diferente. A Meg trabalha numa lanchonete (ou algo assim) e só quer sair da cidade onde mora, se livrar de sua vida atual. Na questão do sexo ele é bem YA, mas a Meg é uma personagem mais trabalhada, acho. Ela tem uma carga emocional maior. Nesse caso não vejo diferença entre YA e NA.

Love Story se passa na faculdade e tem um foco bem maior pra o trabalho, por assim dizer. Talvez esse seja o maior diferencial entre YA e NA, não? Pra mim livros assim seria mais lógico chamar de NA. Em relação ao sexo, é nível YA.

A Hospedeira é distópico e sobrenatural, então eu já me confundo um pouco, já que quando se fala em YA/NA se fala em diferenças de ambientação escolar e de comportamento. Mas o nível de amadurecimento desse livro é realmente maior.

Casa Glass se passa na faculdade e é sobrenatural, mas pra mim é YA completo, pelo menos o primeiro livro. Não tem nenhuma mudança incrível de amadurecimento dos personagens ou algo assim. Parece high school =p

– Depois de um tempão ouvindo que Jogos Vorazes é YA aí vem essa lista e diz que é NA. WHY GOD WHY?? Não sei se entendo a Katniss tão bem pra dizer que ela é mais madura do que as meninas de high school.

– A Sombra do Vento é um livro que eu sempre pensei como adulto. Preciso relê-lo pensando no gênero certo, pois o li antes de começar o blog e conhecer tantas variáveis (eu só sei que é um livro incrível!).

De 262 livros dessa lista eu li esses 7 #shameonme. A conclusão que eu chego é que independente se NA existe ou é só mais um, sei lá, sub-gênero do YA, eu quero ler praticamente todos os livros dessa lista. NA parece ser um YA mais focado em trabalhos e traumas, mais realístico, até. É como se o NA fosse o livro sobre o adolescente que descobriu que o mundo é incrivelmente maior do que ele imaginava, com seus altos e baixos.

*Em tempo: Minha atual leitura, Agridoce, da Simone O. Marques, provavelmente entra também na categoria NA.

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

3 Comentários em Essa coisa de New Adult.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge