Resenha: The Body Finder, Kimberly Derting

Violet Ambrose tem um dom. Ela consegue ouvir, ver e sentir o que ela chama de ecos, vindos de pessoas assassinadas. Cada pessoa tem um eco diferente, e o assassino também carrega o mesmo eco. Ela tem esse dom desde criança, quando achou uma garota morta enterrada na floresta perto de sua casa. Agora, aos 16 anos, Violet já está mais acostumada com os vários ecos que sente, mas um novo começa a chamá-la.

Esse é um aspecto da história. O outro aspecto dela é a paixão de Violet por seu amigo de infância, Jay. Adoro romance, até prefiro livros com romance, mas não esperava um foco tão grande nele nesse livro. Não que o livro tenha ficado ruim por causa disso, mas achei que a história entre eles pudesse ir sendo desenvolvida com o passar dos livros. As coisas acontecem muito rápido nesse começo de história. Apesar que, talvez, isso se torne um bom aspecto nos outros livros.

É bem interessante o dom da Violet e como a autora o apresenta durante esse livro. Eu sempre tive curiosidade sobre essa série e sempre ficava criando teorias sobre o porquê do nome (nunca tinha lido a sinopse), então foi uma surpresa boa ler um livro com um assunto e uma abordagem diferentes. Outra coisa interessante é a narrativa, sempre em primeira pessoa, mas com duas perspectivas diferentes. Dá uma tensão a mais pro desfecho do livro (quase tive um infarto no final).

É um livro quase muito bom. Ganhou mais pontos comigo por causa do final, porque às vezes fiquei meio de saco cheio da Violet como adolescente com problemas normais de garotas apaixonadas por seus melhores amigos. A Violet que mete a cara e tenta descobrir assassinos é mais legal. Desejo dos mortos, segundo livro da série, já tá na fila esperando pra ser lido!

Livro: Ecos da Morte

Série: The Body Finder #1

Autora: Kimberly Derting

Lançamento: 2011

Editora: Intrínseca

Links: Skoob

Classificação: 

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

1 Comentário em Resenha: The Body Finder, Kimberly Derting

  1. eu tbm gostei bastante desse livro, mas acho que deveria ter um menor foco no romance e mais na parte policial mesmo, que foi a melhor.
    estou receosa pelo segundo livro, confesso que acho desnecessário já que a historia ficou bem legal e fechadinha mas tenho curiosidade

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge