Resenha: Will Grayson, Will Grayson, John Green e David Levithan

John Green e David Levithan se juntam para escrever sobre dois adolescentes chamados Will Grayson. Um Will Grayson é um adolescente que tem como lema “calar e não se importar”. Seu melhor e único amigo, Tiny Cooper, é o maior (literal como figurativamente falando) gay já visto. O outro Will Grayson é um adolescente gay, depressivo e antissocial. Os dois têm um humor ácido, e, de alguma forma, o encontro dos dois os transforma e os fazem ver as coisas diferentemente.

Dois autores fantásticos contando a vida de dois adolescentes fantásticos. Confesso, é bem difícil falar desse livro. Os dois Will Grayson têm personalidades complicadas, são estranhos, parecem presos em seus próprios medos. Mas também é isso que os faz fantásticos! O amadurecimento deles durante o livro é algo… de dar orgulho! A impressão que eu tive no final do livro foi que eles aprenderam a lidar melhor com eles mesmos, seus sentimentos e medos. Não há um acontecimento único pra marcar a reviravolta das vidas deles; tudo o que acontece influencia um pouco no que vem depois, e assim a mudança vai sendo construída.

O livro tem seu drama, mas também tem seus momentos engraçados, e grande parte deles se deve ao Tiny. Primeiro com o próprio nome dele, que é o contrário de seu grande porte físico e de sua expansiva personalidade. Depois, seu relacionamento com Will Grayson (o primeiro, de amizade) é daquelas amizades de melhor-amigo mesmo. Daqueles que não tem medo de dizer as coisas ruins e que sente orgulho das coisas boas. E, ainda, a própria visão de mundo do Tiny é tão diferente das visões dos Will Grayson que até equilibra um pouco as coisas.

A narrativa e diagramação das duas perspectivas dos Grayson são bem interessantes e diferentes. Cada capítulo é de um personagem, e há diferenciação no modo de “escrever” (o Will Grayson do Levithan, por exemplo, escreve só com letras minúsculas). Sem falar que, logicamente, duas personalidades bem diferentes dão narrativas bem diferentes. De todo modo, gostei bastante dos dois protagonistas (e do Tiny!) e quando eles se juntam a história só fica melhor.

Um livro do John Green já foi lançado aqui pela WMF Martins Fontes e um livro do David Levithan (com a Rachel Cohn) já foi lançado aqui pela Galera Record, mas acredito que esse livro não tenha previsão de lançamento por aqui – uma pena. Quem puder ler em inglês, recomendo bastante, tem cerca de 300 páginas e o nível é fácil. Eu li pelo kindle, a diagramação bem legal e organizada, gostei bastante!

Livro: Will Grayson, Will Grayson

Autores: John Green e David Levithan

Lançamento: 2010

Editora: Dutton Books

Links: Skoob | Goodreads

Compre: E-book (kindle)

Classificação: 

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

7 Comentários em Resenha: Will Grayson, Will Grayson, John Green e David Levithan

  1. eu AMEI esse livro. Li faz pouco tempo também. Foi como você disse, não há um acontecimento único, mas muitas coisas que faz com que eles mudem. Comecei o livro achando ele legal, divertido e terminei apaixonada pela história, pelo humor, pelos Will Grayson e pelo Tiny. Incrivel a evolução dos personagens e como os autores conseguiram trabalhar bem juntos 😀 ótima resenha e sugestão! beijos
    Julia Nevares recently posted..Stolen – Carta ao meu sequestrador – Lucy Christopher

    [Responder]

  2. Mary, gostei bastante da história que é totalmente diferente dos livros atuais e a resenha me deixou curiosa é uma ótima dica de leitura pra quem quer sair um pouco desta febre de sobrenaturais e distópicos.

    [Responder]

  3. Bem interessante este livro apesar de a história de Will Grayson ser de dois adolescentes complicados, é uma história legal de se ler :) ..

    Se bem que é confuso as vezes ver o pensamento desses dois Graysons rsrr…
    Efim, o livro é muito bom, da pra se refletir muito sobre a história em si!

    Ainda mais pra quem ama esse tipo de livro, já que não é muito popular!

    Belo artigo sobre o livro :)

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge