Resenha: Shatter Me, Tahereh Mafi

Juliette não toca alguém a 264 dias. Trancafiada numa cela, ela não sabe como consegue manter sua sanidade. E se ela for mesmo um monstro, como parece que ela é quando toca alguém? Ela mesma não sabe do que é capaz. As coisas só pioram quando, depois de muito tempo sozinha, arranjam alguém para dividir a cela com ela. E esse alguém é um garoto. Um garoto que não sabe o que faz com a mente de Juliette cada vez que a olha.

O ponto mais positivo desse livro pra mim é o ponto negativo dele pra várias pessoas: a questão das palavras riscadas durante o texto e as palavras repetidas. O estilo da autora mostrando a confusão de pensamentos e sentimentos da Juliette funcionou muito bem pra mim. Com isso, dá pra sentir bem o tamanho da angústia da Juliette, o medo de si mesma, a culpa, as vontades, o desespero. No começo esses elementos estão bem presentes e no final eles já são menos aparentes, sinal das mudanças que acontecem com a Juliette.

O outro ponto positivo debate intensamente com o ponto negativo do livro: enquanto eu gostei bastante do romance do livro – achei terno, gostei muito das emoções da Juliette e o que acontece antes de ela ser presa -, também achei que esse mesmo romance tomou muito espaço que poderia ser utilizado para explicar mais sobre a sociedade distópica em que a Juliette se encontra. Apesar de ser um dos pontos importantes da história, o aspecto distópico é superficial, foi pouco explorado pela autora. Não sei se ela vai explicar mais sobre isso nos outros livros da trilogia, seria interessante.

O outro ponto importante da história é o aspecto sobrenatural, que eu gostei bastante! Essa parte é uma vibe meio X-Men, não dá pra deixar de notar. A Juliette não sabe porque tem esse poder e nem sabe muito bem como usá-lo, e as demonstrações desse poder no desenvolver da história me deixou muito curiosa para o segundo livro da série.  A continuação sairá em Fevereiro de 2013 lá nos EUA e se chamará Unravel Me. 

Livro: Estilhaça-me

Série: Estilhaça-me #1

Autora: Tahereh Mafi

Lançamento: 2012

Editora: Novo Conceito

Links:Skoob

Classificação:

a Rafflecopter giveaway

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

25 Comentários em Resenha: Shatter Me, Tahereh Mafi

  1. A primeira resenha que li desse livro foi quando ele nem tinha saído aqui ainda e a resenhista ressaltou todos os pontos que me fazem não gostar de um livro… mas todos falam tão bem que agora fico dividida. Vou acabar lendo pra ter uma opinião própria.
    Esse lance x-men foi o que me fez ficar interessada de início.
    Acho essas frases riscadas meio dramático demais, apesar de fazer isso constantemente e achar engraçado. Mas é como eu disse, vou ter que ler pra poder opinar melhor.

    Beijão!

    [Responder]

  2. Estou louca para ler esse livro, a história parece ser bem interessante. Quero muito ver como vai rolar esse lance Vampira do X-Men dela, espero muito que a autora tenha criado algo novo com relação a isso e que não seja tão parecido assim com esta outra história.

    Sem falar que faz tempo que não leio uma distopia.

    Beijos!

    [Responder]

  3. Não tem como ser um livro ruim.. tem romance, tem crescimento do personagem, tem distopia.. e uma leve semelhança com X-MEN? Preciso desse livro!!
    bjs

    [Responder]

  4. Mary sua resenha reflete exatamente o que senti sobre este livro, não tive nenhum problema com as palavras repetidas ou riscadas já que como você mesma descreveu demonstra a confusão em que Juliette vive pelo fato de estar 264 dias enclausurada sem saber de nada do mundo exterior e de nenhum contato com outros seres humanos até a chegada do Adam. O suspense em torno do Adam e do Warner também me deixaram bem curiosas pelo próximo livro que infelizmente vai demorar a ser lançado aqui. Adorei a resenha!!!

    [Responder]

  5. O estilo de escrita da autora acho que também seria um ponto positivo pra mim! Acho que deixa a narrativa mais próxima da personagem, é no mínimo diferente! Nem falo mais que estou louca pelo livro e não vejo a hora de lê-lo!

    [Responder]

  6. Eu já comprei o meu Estilhaça-me, mas ainda não deu tempo de ler! Concordo com você, acho que as palavras riscadas funcionam muito bem nesse tipo de livro e não sei porque tanta gente reclamou! Eu achei diferente e bem legal.
    Não me incomodo muito com o romance no livro e entendo que esse é praticamente o foco da história, mas acho que se a autora tivesse dado mais espaço pra desenvolver outras tramas o livro teria ficado melhor. Quem sabe em Unravel Me?

    [Responder]

  7. Já li várias pessoas que disseram que falta uma descrição melhor do ambiente do livro.
    Achei diferente essa coisa de riscar palavras e deixar o pensamento fluir. Quem escreve muito assim, deixando o pensamento fluir, até sem parágrafos, é um autor ídolo meu, Jack Kerouac, dos anos 60 hehe.

    Continua curiosa pra ler Estilhaç-me.
    Beijão
    Bruna Reis
    http://desbravandohistorias.com.br/

    [Responder]

  8. Gostei do livro desde a primeira vista. Essa capa me chamou a atençao. Mas gostei tb da historia, esse negocio meio x-men, adorei. Sempre quis ser uma.hehehe.Quero, quero, quero…

    [Responder]

  9. Só por lembrar X-Men, já me interessaria e muito!!!

    Mas tem muitas coisas interessantes nesse livro. A capa, por exemplo, que eu acho linda. E o fato de ser uma distopia, pena que isso foi pouco trabalhado.

    Gostei da análise que você fez, da confusão das palavras refletir a confusão da Juliette, realmente, faz total sentido, e quando tiver a oportunidade de ler já terei essa visão desde o início, graças a você.

    Gostei demais da resenha (e falo sério quando digo isso).

    Ju

    [Responder]

  10. Quero muito ler esse livro.
    Achei a capa dele linda e gostei da sinopse.
    Gostei da resenha.
    Gostei da semelhança entre Juliette com a Vampira dos X-Men.
    bjins.

    [Responder]

  11. Ai meu Deus esse livro me parece ser uma loucura rsrsrs…quero muito le-lo!!! As vezes tenho medo de ler alguns livros que deposito muita expectativa e depois me decepcionar…bom eu espero que esse não seja o caso.
    Bjus

    [Responder]

  12. Desde o lançamento estou de olho nesse livro, achei a capa maravilhosa, por isso decidi ler a resenha.
    Amei a história, fiquei muito curiosa para ler o livro, pena que ainda não tive a oportunidade de lê-lo, mas assim que a tiver, tenho certeza de que não me arrependerei de ter lido.
    Adorei a resenha.

    [Responder]

  13. Faz algum tempo em que eu vi esse livro tinha adorado a capa, porem a sinopse nao me chamou muita atenção por iso ignorei o livro, mas depois de um tempo o livro começou a ter otimas criticas positivas e fiquei curiosa em ler uma resenha mas sempre ficava com preguiça, enfim. Realmente quando penso em Juliette lembro da Vampira, realmente o livro me parece ser otimo, o mundo que a autora mostra é interessante me chamou bastante atenção. fique curiosa em ler esse livro, pois tanto a personagem como o local onde a historia se baseia fiquei mito curiosa pra saber um pouco mais.

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge