Resenha: Tre Metri Sopra Il Cielo | Federico Moccia

Babi é uma adolescente rica, uma garota romântica e de personalidade forte. Step é um adolescente problemático, charmoso e perigoso em sua moto e sua atitude de bad boy. Os dois se conhecem numa festa da amiga de Babi – Step e os amigos de penetra, lógico – de um jeito no mínimo estarrecedor. O romance que nasce entre os dois é algo inesperado – mesmo para Step, que já tinha dado em cima de Babi – e complicado.

Eu já tinha lido esse livro há tempos (foi o segundo livro que eu adicionei no skoob), mas resolvi reler esse ano por causa do lançamento da “continuação”. E aproveitei pra ver o filme também, que eu sempre adiava por medo de me decepcionar. O filme é lindo, apesar de ser corrido e de ter alguns espaços que eu senti falta na história (e apesar da Babi do filme ser morena…). O livro, antes e agora, desperta em mim uma profunda angústia. O relacionamento de Babi e Step é intenso, em todos os aspectos possíveis: tanto enquanto eles vão se moldando pra atender às expectativas um do outro, tanto enquanto eles estão aproveitando o momento, em todos os momentos possíveis.

A edição da Rocco é praticamente uma raridade: nem quando foi lançada, em 2005, creio, foi muito conhecida, e agora pra achá-la precisa-se ter bastante sorte. Pior que a edição não é bonita pra ser tão rara assim! Já ouvi falar que a tradução não é das melhores também, mas como o original é italiano, não faço ideia – o que é terrível, porque toda vez que leio algum livro do Moccia me sinto na Itália, quero aprender a língua e andar pelas ruas de lá também! Eu gosto muito das descrições que ele faz, e do jeito que ele fala sobre a cultura italiana!

Livro: Três metros acima do céu

Autor: Federico Moccia

Lançamento: 2005

Editora: Rocco

Links: Skoob

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

13 Comentários em Resenha: Tre Metri Sopra Il Cielo | Federico Moccia

  1. Não tinha ouvido falar sobre o livro mas pela resenha parece ser uma história boa de se ler, gosto de ler estes romances adolescentes em que você sente a intensidade do sentimento. Vamos ver se com a continuação eles não capricham também na tiragem do 1º de novo…

    [Responder]

    Mariana Paixão
    Twitter: marypaixao

    Nem acho que terá outra tiragem, Franciane.
    A continuação foi lançada pela Planeta, e esse livro é da Rocco… Acho que a Rocco não está nem aí pra esse livro =(

    [Responder]

    Franciane

    Nossa, que triste… a única esperança então é a Planeta conseguir os direitos do 1º livro tb.

    [Responder]

  2. Já li o Desculpa se te chamo de amor do Federico Moccia e amei.Tive a mesma reação q a sua de querer aprender a lingua e ir pa a Itália.
    Ainda não havia escutato sobre esse livro fique curioso para ler como vc falou q é muito raro de se encontrar vou ter q me conformar com o filme.
    E a mesma impressão q vc teve sobreo filme desse livro eu tbm tive com o Lição de amor (Scusa Ma Ti Chiamo Amore).

    [Responder]

  3. Oi Mary…

    Acho que o problema é comigo…eu não consigo ler N-A-D-A do Moccia. :(

    Uma pena, já que só vejo o pessoal elogiando. Mas eu comecei ‘Desculpa se te chamo de amor’, mas não engrenei na leitura.

    A diagramação HORRÍVEL pode ter cooperado pra isso. Mas uma coisa eu sei: dificilmente vou ter saco pra dar uma 2ª chance pro autor! :(

    Beijos
    Lygia
    Brincando com Livros
    Lygia recently posted..[12-12-2011] Promoção: Gincana Literária de Natal – Prova #4.1

    [Responder]

  4. eu comprei um livro dele, o desculpa se te chamo de amor e não gostei muito, me senti perdida no meio da leitura, as cenas mudavam do nada e tal…
    esse livro é igual, ou é mais ou menos a mesma coisa? Tenho medo de arriscar, comprar e não gostar de novo
    beijos

    [Responder]

    Mariana Paixão
    Twitter: marypaixao

    Júlia, muita gente já me falou que também não gosta desse aspecto da narrativa do Moccia (ou aspecto da diagramação, não sei na verdade)… E esse livro também tem muito disso =\ As cenas não são muito bem separadas =( Que pena que você não gostou!

    [Responder]

  5. Eu sou doida pra ler esse livro, mas a Fernanda logo reivindicou os direitos dela de compra e eu acabei cedendo. Quando saiu Sou Louco por Você, eu disse que seriam meus, mas então descobri que era a continuação de Três Metros Acima do Céu e a minha cara foi parar lá no chão: mais um livro cedido. ¬¬’

    E eu também quero ir pra Itália. Não, ainda não li nada dele (apesar de Desculpa Se Te Chamo de Amor estar encalhado na minha estante), mas eu gosto muito do país, desde sempre. Tenho até como mudar uma parte do meu sobrenome e tentar uma segunda cidadania, mas como isso ia dar muito desgosto pra minha mãe (longa história), acho que desisti da ideia.. Mas nada me impede de ir pra lá, né? =P Vai que eu tenho um amor lindo tipo Cartas pra Julieta? VAMOS PRA VERONA, GENTEE!

    Adorei a resenha!
    Beeijo! ;3

    [Responder]

  6. Eu nunca li nada desse autor,mas tenho bastante vontade por parecer fazer otimas narrativas, e esse livro parece ser muito bom, ainda mais por se passar na Italia que é um pais bem bonito e cheio de historias bem interessante para ser o cenario de um livro, fiquei com vontade de lê-lo agora depois da resenha por que antes não tinha a minima vontade já que a capa não é muito atrativa…

    [Responder]

  7. Eu queria MUITO ler esse livro, muito mesmo, mas cadê que eu o encontro? E nem dá pra falar “então eu vou ler o original” porque não sei italiano (é uma língua tão linda!).
    Eu gosto bastante da maneira que o Moccia descreve os costumes italianos, dá aquela sensação de realmente viver aquilo, e fico louca da vida para ir pra Itália andar pelas ruas histórias, comer macarrão e flertar com italianos lindos! HAHAHAHA E não posso esquecer, CLARO, de alguém me confundindo com uma cantora famosa de lá e eu tendo que cantar para um monte de gente, bem estilo Lizzie McGuire – Um Sonho Popstar. HAHAHAHAHA Ai, eu adoro esse filme… ^^
    E fiquei mais louca pela Itália depois que vi Cartas para Julieta. Acho que todas nós deveríamos fazer uma visita qualquer dia desses por lá, honestamente…

    Adorei a resenha!

    Beeijo!

    [Responder]

  8. Já tinha ouvido falar nesse livro, mas nunca tinha procurado mais informações sobre ele. Gostei da sua resenha e fiquei com vontade de ler esse livro, pena que seja tão difícil assim encontrá-lo.
    Ainda não li nenhum livro do Federico Moccia, mas já vi algumas pessoas elogiando os livros dele, por isso pretendo ler pelo menos um dos livros dele assim que puder. O ruim é que agora fiquei com vontade de ler esse e fiquei triste por ser difícil achá-lo.
    Fiquei curiosa para ver como o autor descreve a Itália, essa é minha maior curiosidade sobre o tipo de escrita do Federico Moccia.
    Vou ver se consigo assistir ao filme, espero gostar da história! 😀
    Vou tentar encontrar esse livro em algum lugar, vou ficar muito feliz se conseguir meu exemplar, pois adorei sua resenha e quero muito ler essa história!

    [Responder]

  9. Sou apaixonada pelo Federico Moccia, tenho e já li todos os seus livros publicados em portugûes, com excessão deste. Nunca consegui comprar. Nem nunca consegui assistir o filme :/

    vou dar uma de hipster e dizer que moccia é só meu. por que eu não consigo imaginar ninguém mais gostando dele tanto quanto eu. kkk

    Amo, amo, amo, amo Moccia. Muito mesmo.

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge