Resenha: Queria Tanto | Livia Brazil

Alice Maria tem vinte e poucos anos, mora sozinha em Santa Tereza, é cenógrafa e tem seis amigos inseparáveis. A sua vida consiste no seu trabalho, nos seus amigos e na sua paixão por Gabriel. O que seria algo bem normal se não fosse por um detalhe: Gabriel é gay. Eles têm essa “relação” de se pegar às vezes, e Gabriel até diz que Alice é a única mulher que ele ama, mas ele não é só dela, e ela quer que ele seja só dela. Mas será que vai dar certo? Bem que poderia aparecer outra pessoa, né…

Em forma de diário, Alice nos conta um pouco de sua vida. Sua paixão por Gabriel (ou Gaybe, como ela o chama às vezes), o trabalho que ela adora, mas às vezes (na verdade, algumas pessoas) lhe tira do sério, seus amigos que estão sempre por perto. Fazia tempo que eu queria ler um livro como esse! Um livro YA brasileiro, um jovem adulto mesmo, e sem sobrenatural! A Alice mora no Rio de Janeiro, mora sozinha, passa perrengue no trabalho, viaja com os amigos e a vida dela, o jeito dela, escrito por ela mesmo no diário, é normal e interessante e engraçado e romântico e… bem, é como a vida de um” jovem” mesmo, que já tem responsabilidades mas ainda tem meio que um “espírito” adolescente. A linguagem do livro é super coerente com os personagens, e as explicações e o modo de falar da Alice são ótimos!

Eu adorei esse livro por eu conseguir me identificar com ele – na verdade, consegui identificar o meu futuro. Tenho poucas coisas em comum atualmente com a Alice, mas no futuro morarei sozinha e espero ter um trabalho que eu adore e que me faça endoidar às vezes, e amigos ótimos como os dela também!

Livro: Queria Tanto

Autora: Livia Brazil

Lançamento: 2011

Editora: Benvirá

Link: Skoob

Compre: Cultura

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

17 Comentários em Resenha: Queria Tanto | Livia Brazil

  1. Achei a sinopse bem diferente mesmo…
    Dar enfase as amizades é sempre interessante, mesmo em romances! Sei lá… dá mais realidade aos personagens. haha

    Bjinssssssssss

    [Responder]

  2. Não gostei tanto da capa, mas o título do livro chamou minha atenção. Seria bom ler um livro desse tipo agora, principalmente para sair um pouco dos livros de fantasia e das personagens sobrenaturais, adoro esse tipo de coisa, mas é bom ler sobre personagens que são apenas pessoas normais, pessoas com as quais a gente pode até se identificar, até para diversificar um pouco o tipo de leitura.
    Amo quando as histórias são contadas em forma de Diário, por isso acho que gostaria muito de ler esse livro, principalmente por que a história da Alice parece ser bastante divertida, primeiro por ela ter tantos bons amigos e segundo, por causa dessa paixão que ela tem por alguém que dificilmente vai ser só dela.

    [Responder]

  3. Achei interessante a temática e fiquei curiosa para saber onde toda essa história vai parar.
    Além do mais, gosto muito de tramas escritas em forma de diário. Fica mais pessoal, parece que o leitor fica mais íntimo da personagem.
    E tbm tem o fato de o livro ser ambientado na minha querida cidade, o que já me chama bem a atenção. 😀
    Beijos.

    [Responder]

  4. Eu quero ler esse livro! Lembro do dia que o adicionei no Skoob e acho que nem prestei taaanta atenção na sinopse, mas prestei o suficiente pra me deixar com vontade de ler. Agora estou BEM empolgada! Não sei se é só porque o livro é brasileiro e a rotina da protagonista é mais ou menos o que eu quero para o meu futuro, mas é bom ler sobre uma realidade nossa, né? Não que os personagens estrangeiros vivam em um outro mundo, mas a gente entende que tem muita coisa que é característica do nosso país, né?
    E eu gostei dessa capa! Adoro meias coloridas! Uma vez eu vi no Esquadrão da Moda (americano) que quando nós crescemos, as meias têm que crescer conosco, e eu TOTALMENTE discordo! hahahaha

    Adorei a resenha!
    Beeijo! ;3

    [Responder]

  5. Não tinha ouvido falar do livro até vê-lo aqui no blog e achei a ideia bastante interessante, só espero que este amor ‘correspondido e não correspondido’ não gere muito sofrimento para ela, até porque totalmente me identifico com este sentimento de posse. rs
    Fiquei curiosa com o livro, espero ter a oportunidade de lê-lo. bjs

    [Responder]

  6. Adorei a história e mais ainda o fato de ser em forma de diário. Eu tenho um pouco de receio com livro brasileiro mas com certeza vou ler esse e os de Paula Pimenta nessas férias porque parecem ser livros bem leves e eu fiquei realmente curiosa pra ler.

    [Responder]

  7. Nossa, outro livro com temática homossexual! Por favor, por favor, não transformem isso numa nova modinha. Essas modinhas prejudicam tantos bons temas…

    Estou achando interessante encontrar livros diferentes resenhados neste blog. A maioria dos blogs escreve sobre praticamente os mesmos livros. Não o Muito Pouco Crítica. Parabéns! Isso faz a diferença, moça, acredite!

    Fátima Menezes – @fatimamd
    http://recantodecaliope.blogspot.com
    Fátima Menezes recently posted..Mundo de Cristal

    [Responder]

  8. Goste da resenha.
    Realmente quero dar um tempo as histórias sobrenaturais e acho que esse livro deve ser bem leve. Fique curiosa para saber o q acontece com a Alice Maria em relação a sua vida amorosa.

    [Responder]

  9. Oi, fiquei mto curiosa para ler o livro, adoro livros em formato de diário, acho q aproxima mais o leitor do personagem principal do livro , bjnhos Pri

    Pri e Os Livros

    [Responder]

  10. Me apaixonei pelo livro, pq a Alice tem um pouco do que a maioria das mulheres tem. Ela é determinada, independente…porém em relação aos homens ela é um tanto insegura. É um livro leve, e ele acaba prendendo a sua leitura.

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge