Quoting Hop #3

Oi gente! Já estamos no terceiro Quoting Hop! YAY! Espero que vocês estejam curtindo! Ainda não conhece? Se liga aí!

Quoting Hop é uma coluna quinzenal de compartilhamento de quotes! A cada coluna um livro é escolhido (não muito) ao acaso pra termos mais uma oportunidade de saber se o livro é realmente bom por meio de algumas passagens – sem spoilers, claro – dele. Conto com a participação de vocês, não só para compartilhar os quotes mas também para mostrar suas opiniões sobre eles!

Então, o livro escolhido de hoje é Branca como o leite, vermelha como o sangue, que eu resenhei ontem aqui no blog (e que adoraria que vocês comentassem na resenha ♥)! Quem já leu e quiser compartilhar algum(ns) quote(s), agradeço imensamente a participação! É só colocar o(s) quote(s) nos comentários que eu adicionarei aqui no post depois! Vai ser ótimo também se você já tiver resenhado o livro, assim além do(s) quote(s) você também pode divulgar sua resenha \o/! E quem ainda não leu o livro também pode participar, comentando o que achou dos quotes e o que pensa do livro depois de lê-los! Caso tenha algum spoiler no quote, eu coloco uma marcação enorme, pra não estragar a surpresa de ninguém, ok?

“Não consigo adormecer. Estou apaixonado, e, quando você está assim, o mínimo que pode lhe acontecer é não dormir. (…) Você vai levando a mesma vida de todos os dias, com as mesmas coisas e o mesmo saco cheio. Aí se apaixona, e essa mesma vida se torna grande e diferente.” (p. 44)

♥♥♥

“O amor é uma espécie de força de gravidade: invisível e universal, como na física. Inevitavelmente, sem que nos demos conta, nosso coração, nossos olhos, nossas palavras vão parar ali, naquilo que amamos, como a maçã com a gravidade.” (p. 48)

♥♥♥

“Às vezes você encontra na música as respostas que procura, quase sem procurar. E, mesmo que não encontre, pelo menos acha os mesmos sentimentos que está experimentando. Alguém já os experimentou. Você não se sente sozinho. (…) Ao tocá-las, é como se você enfrentasse aqueles monstros, mesmo quando nem sabe que nome eles têm.” (p. 95)

♥♥♥

“Mas o amor é outra coisa. O amor não dá paz. O amor é insone. O amor é elevar a uma potência. O amor é veloz. O amor é amanhã. O amor é tsunami. O amor é vermelho-sangue.” (p. 125)

♥♥♥

“Uma vez eu li num livro que o amor não existe para nos fazer felizes, mas para demonstrar o quanto é grande a nossa capacidade de suportar a dor.” (p. 220)

Gente, tem MUITA coisa linda nesse livro! Tive vontade de colocar outros quotes, mas achei que não cabia aqui, porque são muito pessoais pra mim. E outros são muito “pessoais” pra história… E vocês PRECISAM ler esse livro! *_* Leiam os quotes e a resenha e enlouqueçam por ele também, ok? ♥

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge