Resenha: O Mundo de Vidro – Mauricio Gomyde

Ele é um cara “médio-comum-normal”. Nada muito interessante, nada fora do comum. Um cara mais ou menos, com uma vida mais ou menos. Ela é uma mulher linda, bem de vida, inteligente e antenada, independente. Ele a encontra no metrô um dia, e, mesmo sem coragem pra falar com ela, sempre a procura a partir de então. Até que resolve ir mais longe e, um dia, desce na mesma estação que ela, pra saber mais sobre ela.

É difícil falar mais sobre esse livro porque ele conta a história de duas pessoas que, de uma forma ou de outra, se relacionam. O que o torna tão especial a ponto de entrar para os meus favoritos? A narrativa do Mauricio Gomyde! Sabe aquelas histórias que você consegue imaginar todos os lugares, todas as pessoas, todas as situações? Sabe aquele personagem que se parece tanto com você, que vive situações ou tem sentimentos tão parecidos com os seus? Sabe aquela sensação que a qualquer momento você pode ver uma cena do livro acontecer na sua frente, de tão real que é? O Mundo de Vidro tem tudo isso. Eu me identifiquei bastante com os dois personagens, imaginei cada loucura que acontecia com eles, me diverti muito lendo e me apaixonei pelo início, pelo desenrolar e pelo final da história. Sensacional!

O livro começa com o “último capítulo” (e você precisa ler pra entender o porquê das aspas! – que, de certa forma, também explica o título do livro) e depois começa a apresentar os personagens, com as perspectivas (em terceira pessoa) de ambos os personagens. No começo eu achei estranho a mudança drástica da linguagem: no “último capítulo” (e nos outros “capítulos” também), a linguagem é quase formal, e bem romântica; no resto do livro a linguagem é bem informal, do jeito que os personagens falam e pensam, e muito engraçada! Mas com o passar da leitura eu percebi que é justamente essa informalidade da maioria do livro que me fez gostar ainda mais dele. Porque isso reflete exatamente o jeito, a personalidade e a realidade dos personagens!

Se alguém que não gosta muito de romances (de relacionamento) me pedisse pra recomendar um livro nesse estilo, que não fosse tão açucarado e nem irreal, eu recomendaria esse livro! Porque apesar do romance ser o foco do livro, pois é a história de duas pessoas “em processo” de um relacionamento ou algo assim, a abordagem disso é muito surpreendente. Um dos maiores diferenciais é que é extremamente divertido! Ele é MUITO nonsense e faz cada coisa hilária; Ela é mais normal, apesar de passar por algumas coisas nonsense também – principalmente com Ele!

Essa terceira edição do livro tem uma capa muito linda e combina bastante com a história! É o tipo de livro cativante, que precisa ter mais visibilidade pra mostrar que não é só lá fora que tem romances ótimos. Gente, quero muito fazer promoção desse livro! Comentem na resenha!

Livro: O Mundo de Vidro

Autor: Mauricio Gomyde

Lançamento: 2011 (3ª edição)

Editora: Porto 71

Links: Skoob

Compre: Direto com o autor

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

7 Comentários em Resenha: O Mundo de Vidro – Mauricio Gomyde

  1. Aaai! Primeiro comentário aqui! o/ o/ Acabei de seguir seu blog, e ele já está na minha listinha de blogs que vou visitar sempre e comentar o/ o/

    Adorei a capa do livro, achei ela diferente do que eu já vi por aí, hihi. Fiquei curioso sobre a história e sobre o “último capítulo”, hihi² : )

    Adorei seu blog, por que sou um menino e adoro ler : ) e adoro blogs de livros, hihi. E tenho 13 anos o/ o/

    Beijos,
    Raí Mihi ~ Raí Reviews
    http://raireviews.com.br o/

    [Responder]

  2. Estou com o livro na estante só esperando um tempinho para ser lido!
    Achei muito original o Maurício não ter dado nomes aos personagens, porque eu também acho que os nomes dizem sobre as pessoas… Pelo menos alguns. Tipo, o significado de Fernanda é ousada e alta. Coisas totalmente parecidas, veja bem, praticamente andam juntas… Não sei quanto ao ousada, mas alta eu sou! ;D

    Adorei a sua resenha! Aumentou a vontade de ler!

    Beeijo!

    [Responder]

  3. Mari, só tenho a te agradecer pela gentileza em resenhar o livro. Muito gratificante ler o que você escreveu. Te agradeço por ter dedicado seu tempo ao livro. Espero que seus leitores gostem também e te espero para uma parceria pro próximo.
    :) Beijos e obrigado, sempre!

    [Responder]

  4. A capa desse livro é fofíssima e a história parece ser beeem legal também, precisa mais o que? 😛 adoro tuas resenhas, li meio por alto mas quando voltar pra casa leio direitinho

    [Responder]

  5. Gostei bastante da sua resenha, Mary!
    Já tinha ouvido falar nesse livro, mas não tinha me interessado muito por ele. Agora que li sua resenha fiquei curiosa para ler o livro e descobrir porque tem esse título.
    Gosto muito dos livros onde me identifico com uma personagem! Não tem nada melhor do que se imaginar vivendo todos os momentos que a personagem vive, percebendo suas semelhanças com ela e como você faria escolhas e tomaria decisões parecidas. Enfim, o livro parece ser bom!

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge