Resenha: I am number Four

O número quatro é um garoto de quinze anos que vive mudando de lugar e identidade. Isso porque ele é um alien vindo de outro planeta que está se refugiando aqui na Terra por causa dos inimigos que destruíram seu planeta. Ele é um Lorieno, do Planeta Lorien, e está acompanhado de Henri, seu Cêpan, seu guardião. Ele parece humano, mas tem habilidades especiais – os Legados – porque ele é um Garde. No começo do livro ele é chamado de Daniel Jones, mas ele está se mudando, e agora seu nome é John Smith. Ele está na Terra há dez anos e além dele outros oito vieram. O número um foi morto na Malásia; o número dois na Inglaterra; o número três no Quênia. Ele é o próximo.

Conhecemos a história do Quatro pela perspectiva dele mesmo: o livro é narrado em primeira pessoa e John Smith, o Quatro, conta como é a vida dele fugindo dos mogadorianos, sem nunca ficar muito tempo em um lugar, sempre mudando de identidade, sempre à espreita de algo incomum pra saber notícias dos outros Lorienos que também vieram à Terra. Lorien, o planeta dele, foi destruído pelos mogadorianos, que queriam os recursos naturais de lá. Todo o planeta e seus habitantes foram destruídos, exceto dezoito pessoas: os nove gardes, crianças como John, com seus legados a serem desenvolvidos e seus nove cêpans, seus guardiões, para os acompanharem. (na verdade são dezenove pessoas, porque tem também o piloto da nave deles, que ficou perdido (?) em algum lugar).

As crianças foram protegidas com um feitiço que as protege pelos números. Numeradas de um a nove, elas não podem ser feridas ou mortas sem que o número anterior delas esteja morto. Ou seja, o número um não tem proteção (que triste ;-;) e o número dois só pode ser morto depois que matarem o número um, o número três só pode ser morto depois dos números um e dois estarem mortos e assim sucessivamente. Quando um morre, aparece uma cicatriz circular no tornozelo dos restantes. Enfim, John é o número quatro, todos os três primeiros já estão mortos e ele é o próximo. Ele está se mudando para Paradise, em Ohio, sempre atento pra se mudar de novo ao primeiro sinal dos mogadorianos. Só que a tática dele de passar despercebido já não vai muito bem desde o primeiro dia na escola, pois ele já arruma briga com o jogador de futebol do colégio. E outras coisas acontecem e vai ficando mais difícil de ir embora.

Eu gostei muito desse livro principalmente por causa do Planeta Lorien. Todas as descrições do planeta e seus habitantes são lindas e muito interessantes e a forma de organização deles é muito legal. Também gostei muito de todos os personagens: o próprio John é um adolescente normal (na medida do possível), em alguns momentos muito confuso e cheio de dúvidas, e em outros momentos se sentindo a pessoa mais foda do universo; o Henri é interessante pelo o que ele sabe, tanto a respeito da Terra (já que ele vive na internet à procura de fatos estranhos) quanto a respeito de Lorien. Mesmo não tendo tantas partes assim de informações, o que tem é bem legal; a mocinha do livro é bem legal também por parecer ser uma menininha popular de high school qualquer e ir se mostrando bem diferente disso – e a Dianna Agron, que fará ela no filme, combina totalmente. Ou talvez fui eu que só pensei nela, mesmo XD; o melhor amigo, que praticamente faz a história girar, é muito legal também, viciado em coisas de outros mundos; e Bernie Kosar – o cachorro – é praticamente a estrela do livro. Li em uma resenha que não lembro onde foi que os personagens eram fracos porque eram vazios e superficiais, e até entendo o ponto de vista, já que nenhum dos personagens é conhecido realmente à fundo. Mas acho que ficou bem na história, acho que se ficasse caracterizando muito os personagens iria ficar cansativo e não combinaria muito com a ação do livro.

Mas a coisa MAIS legal meeesmo do livro é o autor, que também é um personagem. Pittacus Lore na verdade é um pseudônimo para dois outros autores: James Frey e um outro autor desconhecido. E também é um personagem, um dos Anciões de Lorien. Ele tem dez mil anos (!) e está na Terra há doze anos, esperando o momento da guerra que decidirá o destino do seu planeta.

O segundo livro da série – The Power of Six – será lançado nos EUA em agosto desse ano e quando eu terminei de ler Eu sou o Número Quatro morri de vontade de já ler o próximo! Muita coisa fica em aberto e isso aguçou muito minha curiosidade! O filme já saiu nos EUA e aqui no Brasil está previsto para o dia 15 de abril!

Livro: Eu sou o Número Quatro

Série: Os Legados de Lorien #1

Autor: Pittacus Lore

Lançamento: 2011

Editora: Intrínseca

Links:Skoob

Compre:Cultura | Saraiva | Submarino

Esse fim de semana (19/03) tem evento de Eu sou o Número Quatro pelo Brasil inteeeiro, inclusive em Recife! Vamos tooodos!

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

16 Comentários em Resenha: I am number Four

  1. Evento em RECIFE!!! Eu vou, com certeza! Nao perco por nada! Também li resenhas negativas sobre o livro, mas acho que é natural ter essas diferenças. Nada agrada todo mundo 100%, muito menos um livro. Mas eu estou animada pra ler e sua resenha ajudou a elevar a curiosidade! Abraços.

    [Responder]

  2. A mocinha que faz Dianna no filme combina totalmente mesmo *-* Linda (GLEE *-*)
    Estou louca pra ler esse livro. Vi hoje na livraria Saraiva, mas fiquei só na vontade mesmo (R$39,90 ;-;).
    Não sabia que o autor participava da história, nem que o “Pittacus Lore” era um pseudônimo o.o Curiosidades legais! ehhuehehue

    Estarei participando do evento, mas aqui em São Paulo. Espero que no Recife vá bastante gente também *-* Depois quero ver fotos!
    Beijos :***

    [Responder]

  3. a história de I Am Number Four é muito criativa! estou doida pra ler! esse sábado tem lançamento e já vou comprar o meu! tb queria ver o filme, mas muita gente me falou que era totalmente nada a ver com o livro, ai fiquei com um pé atrás!!

    [Responder]

  4. Estão falando tanto nesse livro, que já tow ficando BIG curiosa.Quero lerrrr
    Amei a resenha.E quem me dera tivesse o evento na minha cidade…o último foi Crescendo (e que nem pude ir).Triste isso
    Enfim, já curiosa pelo evento e novidades que sei que vc irá trazer.
    bjs

    [Responder]

  5. Adorei a resenha Mari, não vejo a hora de ler esse livro. Para mim é o lançamento mais esperado do ano, mas após algumas resenhas negativas fiquei com MUITO medo de ler. Estava em dúvida, mas após ler sua resenha decidir comprar ele HOJE mesmo! :)

    Beijos,
    William
    William recently posted..Meme- Desafio Nacional

    [Responder]

  6. Ah, estou com muita vontade de ler esse livro! Antes nem me interessava muito, por causa dessa coisa de alienígenas e tal. Mas foi só ler a sinopse e algumas resenhas que mudei COMPLETAMENTE de idéia! =D
    Também confesso que depois que vi o trailer, a vontade aumentou um pouco. Mas o Alex nunca passaria por um garoto de quinze anos…

    Adorei a resenha!
    BeeijO! ;3

    [Responder]

  7. Amei sua resenha!!!Quando vi o trailer do filme fiquei louca, então soube que tinha o livro!!!!!PIREI!!!!
    Pelo trailer eu deduzi que seria sobre alienigenas, me lembra um pouco “JUMPER”(paladinos que casam jumpers),porém pelo visto este livro, filme tem história bem explorada.
    Bjos!!

    P.S. Com certeza estarei amanhã no Evento na Saraiva, loucapra conhecer você pessoalmente!!!
    Danielly recently posted..A Hospedeira

    [Responder]

  8. Mari, adorei a resenha! Quero muito ler “Eu sou o número quatro” e sua resenha me deixou com mais vontade ainda de ler!
    Essa estória deve ser muito interessante e como faz um bom tempo que não leio ficção científica, estou cada vez mais ansiosa por esse livro, principalmente por ser narrado por um personagem masculino.
    Gostei muito da capa, ela me deixou com vontade de ver o filme, tomara que seja tão bom quanto o livro parece ser.
    Ah, muita boa sorte no evento que você vai organizar! Pena que moro muito longe, mas espero que todo mundo que for se divirta muito!

    [Responder]

  9. aain, eu quero ler DD:
    gostei muito da historia! essa é a primeira resenha que leio dele *-*
    muito boa!
    só queria saber se tem romance.. tem? D:
    gosto mais da parte romantica de um livro sabe.. *-*
    beijinhos;
    http://addictiveworld.blogspot.com/
    Laryssa recently posted..Reflita – Perdoar e Esquecer

    [Responder]

    Mariana Paixão
    Twitter: marypaixao

    Laryssa, tem um pouquinho de romance sim, mas não é muito desenvolvido! Mas é lindinho ^^

    [Responder]

  10. Ahh, voltei para outro comentário, pois agora li o livro. =D Eu adorei. Claro que algumas coisas não me animaram tanto, como o romance do John e da Sarah. Achei meio bobinho, mas ficou de acordo com o enredo. Adorei o Henry, o Sam me conquistou e a Six é muito foda! (desculpa a palavra) Mal posso esperar pelo próximo. Beijos

    [Responder]

  11. Eu adorei esse livro, e eu tinha quase certeza que não ia gostar, esse negócio de E.T não é para mim mesmo, e tbm tow cansada do mimimi de leitura sobrenatural.
    Mas eu me surpreendi demais com IAN4, é mto legal, acho que foi por isso que gostei, pq não esperava nada né.
    Só não gostei da forma como o romance acontece, é mto rápido.

    =)

    [Responder]

  12. Eu assisti o filme antes de ler o livro, a principio minha intenção era só assistir o filme, achei q não fosse gostar muito da historia, mas a história é MTO boa, tão boa que até comprei o livro, to louca pra que publique o segundo livro da serie.

    [Responder]

  13. Eu fiz como a Gabriela, vi o filme antes de ler ~ e eu odeio isso ~ e mesmo gostando mt do filme, meio que me brecou pra ler o livro. Esperava mais, mas ainda lerei, um dia haha

    [Responder]

  14. Mary, ainda não vi o filme e o livro está indo muito devagar e eu estou sofrendo um pouco para pegar o gosto pela leitura dele, mais com certeza vou terminar para começar a ler o poder dos seis que dizem que é muito melhor.

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge