Resenha: Fated

Imagine um imortal entediado com seu trabalho de designar a sina dos humanos. Esse é Fábio, ou o Fado. Ele, junto com Destino – a quem ele costuma caracterizar como “puta egoísta” – controla o futuro premeditado de todos os humanos. Mas o seus dias de tédio estão para acabar. A razão disso é que Fábio se apaixona – quebrando a primeira regra dos imortais – pela sua vizinha, Sarah, uma mulher que está na trilha de Destino (ou seja, ele não consegue ver o futuro dela). A única coisa que Fábio sabe é que ela faz com que ele se sinta bem consigo mesmo e que queira fazer algo a respeito das sinas de seus humanos, que estão fadados a uma vida medíocre, na melhor das hipóteses.

Ao contrário do que pensa a maioria dos seres humanos, destino e fado não são a mesma coisa. O destino não pode ser impingido à força para alguém. Se a pessoa é pressionada por circunstâncias, então isso é um fado. E o fado está morbidamente associado com o inevitável, com a possibilidade de que alguma coisa sinistra está para acontecer. (…) Destino, por outro lado, é de natureza divinatória e implica um desfecho favorável, o que geralmente traz consigo uma conotação mais positiva.

Um dia eu vi a Natália (Menina da Bahia) comentando algo sobre esse livro no twitter e me interessei bastante. Antes disso, tinha comprado o livro pela frase da capa (sim, sou fútil): “O amor não é uma escolha, é um desastre.” Mas nada nesse livro dizia que ele seria tão surpreendente. Pensando melhor agora, eu não sei dizer qual foi o objetivo do autor ao escrever esse livro. E também não me importo se os conceitos que ele usa são bons, ruins, certos, errados, impossíveis, fantásticos. Whatever. Eu só sei que o livro me prendeu de tal jeito que nas primeiras páginas foi direto pra lista de favoritos.

O livro inteiro tem um tom que eu chamaria de “ameno”. Apenas no final é que tudo se enche de ansiedade e suspense pelo que vai acontecer. Mas não quero dizer com isso que o livro todo é ruim e só o final é bom. De jeito nenhum. O que eu quero dizer é que você não espera de maneira alguma que toda a história leve para aquele final. É incrível! O desenvolvimento da história não revela todo o potencial do livro, mas quando você lê as últimas frases (sério, DE MANEIRA ALGUMA leia a última página antes de ler o livro. Vai estragar TUDO!) você entende que tudo aconteceu por causa daquele propósito final, e tudo tinha que acontecer exatamente daquele jeito para que terminasse daquele exata maneira. Digo mais uma vez, INCRÍVEL.

Além disso, a história tem uma visão muito diferente de Deus e dos sentimentos e de coisas como Destino, Fado, Morte (como se chama isso?). Imaginem Fado, Destino, Morte, Amor, Preguiça, Raiva, todos com corpos humanos, habilidades imortais e com personalidades únicas e bem diferentes do que imaginamos de acordo com o “senso comum”, vivendo como humanos (na medida do possível) para fazer seus trabalhos. É engraçado e interessante ver essa nova abordagem, ver como isso poderia se encaixar na nossa vida.

Os seres humanos tem esse desejo inato de permitir que qualquer outra pessoa dirija suas próprias vidas em vez de descobrir as coisas por si sós. É como se eles não quisessem assumir a responsabilidade por estropiar as coisas, de maneira a se sentir livres pra culpar outra pessoa. Seus pais. Seu terapeuta. Jerry*. (*Jerry = Deus)

Recomendo fortemente esse livro, principalmente se você quiser um livro sobrenatural mas estiver cansado de histórias adolescentes. Esse é um livro adulto, com uma linguagem divertida, inteligente e que nos põe pra pensar bastante sobre como levamos nossa vida. Esse foi o livro que eu mais assinalei quotes (com tags). Tem mais de vinte! =o)

Livro: Desastre

Autor: S.G. Browne

Lançamento: 2010

Editora: Leya

Links:Skoob

Compre:Cultura | Saraiva | Submarino

*SORTEIO DE MARCADORES: Se esse post tiver pelo menos 20 comentários, um kitzinho de marcadores será sorteado para um comentarista!

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

17 Comentários em Resenha: Fated

  1. Fiquei super curiosa com o livro Mari!!
    Parece ser MUITO legal, já coloquei na minha big lista.
    Tinha um livreto desse livro que acabei dando..hahah
    Amei a resenha como sempre!
    bjs

    Ps: espero que em breve vc possa começar a ler o livro Espera..SUPER curiosa com a sua resenha do livro.

    [Responder]

  2. Ainda não tinha prestado atenção nesse livro. Por isso nem lembro se algum dia li a sinopse dele. Mas agora consegui ver como ele é interessante. A parte de o Amor, Destino, Preguiça e outros serem pessoas parece ser muito legal e despertou minha curiosidade.

    [Responder]

  3. Achei ótima a resenha. Acho que passei diversas vezes por esse livro e resenhas e nunca tinha prestado atenção. Agora me despertou o interesse. E como fazer para não ler a última frase do livro? Fiquei curiosa..rs

    Parabéns!

    Bjinhuxxx

    [Responder]

  4. Anotado! Não vou de jeito nenhum ler o final antes de começar o livro!
    Nossa adorei a resenha e ainda mais a história do livro! Me encantei. Vou colocar na lista de desejados do skoob =)
    Nossa quantas quotes O_O você marca elas pra depois passar para um caderno? Ou só para ajudar nas resenhas?

    Beijos Mary

    [Responder]

  5. ah, nao sabia desse livro! tenho mania de ler mesmo o finzinho de um livro xD
    own, tava querendo um livro assim mesmo! tenho um tio que gosta de discuti esse assunto comigo.. amo falar/saber disso..
    vou, tipo, com todo certeza ler *-*
    vlw pela dica!
    beijinhos;
    addictiveworld.blogspot.com

    [Responder]

  6. Mari, parabéns pela resenha, gostei muito!
    Desde que você postou pela primeira vez no blog um dos mais de vinte(!) quotes que você marcou desse livro, fiquei esperando ansiosamente pela resenha dele e posso dizer que não me decepcionei nem um pouco.
    O livro parece ser ótimo, adorei o tema e parei para refletir ao ler os dois quotes que você colocou na resenha, se o livro todo for tão bom quanto esses trechos, acho que terei que comprar e ler esse livro com urgência!

    [Responder]

  7. ola!!
    Poxa este livro deve ser muito bom, pois senti toda sua empolgação!!!rsrsrsr
    Gosto muito de livros e filmes que no final tudo faz sentido e tudo tinha um proposito e deveria acontecer do jeito que aconteceu, fiquei louca pra ler, muito boa sua resenha, sem spoiller, porém informando a hitória do livro!!!
    Bjos!!!

    [Responder]

  8. Desde que eu vi a capa desse livro eu me interessei. Nem sabia sobre o que era, depois que vi que tinha anjos na história e tals. E saber que você gostou tanto, só me deu mais vontade, preciso comprar! XD

    Beijos

    [Responder]

  9. Olá!

    Conheci esse livro no site Ambrosia.
    Quando comecei a ler a sinopse, achei que não me interessaria, pois não tenho muito interesse em histórias sobrenaturais. Mas gostei bastante dessa brincadeira com o conceito de destino.

    Se eu encontrasse o livro na livraria, não o pegaria nem para ler a sinopse, por causa dessa capa. Tem uma outra capa bem mais interessante…

    Beijos,
    Dri Ornellas
    http://a-menina-do-fim-da-rua.blogspot.com/
    Adriana Ornellas recently posted..Eu leio- eu sou Lili Cristine

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge