Resenha: Someone Like You

Esse livro conta a história de três mulheres bem diferentes, que se conhecem numa viagem de férias ao Egito e começam uma amizade. Leonie é uma mulher grande, divorciada e mãe de três filhos adolescentes. Ela se separou amigavelmente do ex-marido há 10 anos para encontrar o verdadeiro amor, mas não anda tendo muita sorte; Emma é casada há 2 anos com Pete e morre de vontade de ter um filho, mas os problemas de relacionamento com sua família – principalmente com o seu pai – parecem ser muito maiores; e Hannah namorava com Harry desde sempre, mas ele a deixou para ‘aproveitar a vida’ e viajar pela América do Sul, e desde então ela não quer saber mais de homens, preferindo cuidar de seu novo emprego numa imobiliária, apesar de jeito de ser sensual.

Eu adoro chick-lits por mostrar mulheres normais arcando com as consequências de seus atos normais. Um bom chick-lit é aquele que você consegue se identificar, mesmo que as mulheres sejam de idades diferentes da sua e que os momentos delas sejam diferentes dos seus. E esse livro consegue isso muito bem. Ele tem quase 700 páginas, mas a leitura é fluida, as personagens são extremamente cativantes, muito reais. Eu me identifiquei bastante durante toda a história, consegui imaginar situações parecidas que vivenciei e consegui me colocar no lugar das personagens.

Leonie, Emma e Hannah tem problemas variados, seja na relação com os parceiros, seja com a família, seja com si mesmas. E o livro narra como elas se veem diante dos problemas, como elas fraquejam diante deles, como elas conseguem forças pra lutar contra eles. O romance é lindo, assim que “o ideal” aparece no livro o leitor já percebe “é ele!!”, mas as personagens não são tão sortudas assim. O livro é em terceira pessoa, mostrando a perspectiva das três mulheres e é muito bom acompanhar a trajetória delas. A única coisa que eu senti falta foi mais sobre a amizade das três. Sim, dá pra perceber que a partir do momento que elas passam a se conhecer na viagem para o Egito a amizade delas se desenvolve muito bem, mas não sei se sou eu que não consigo imaginar um amizade se fortalecendo com visitas mensais e ligações esporádicas ou se faltaram mesmo mais cenas pra mostrar a amizade. Mas talvez o problema seja comigo mesmo, porque até hoje me sinto estranha considerando as pessoas amigas mas não falando com elas todos os dias (criança!).

Livro: Alguém como você

Autora: Cathy Kelly

Lançamento: 2000 (original) / 2010 (Brasil)

Editora: Bertrand Brasil

Links: Skoob

Compre: Cultura | Saraiva

Livro cedido para resenha pela Editora Record, parceira do blog. Obrigada!

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

11 Comentários em Resenha: Someone Like You

  1. Ai, adorei a história desse livro. E realmente, Chick Lit que se preze tem que fazer a gente se identificar com eles. Nossa, 700 páginas! O unico livro que li desse tamanho foi Harry Potter 5, e só porque eu amo MUITO HP AHAHHAHA Enfim, eu gostei bastante, cada uma numa fase e situação diferente da vida e tal… Ah, eu tambem sou assim. Amigas de verdade tem que pelo menos se ligarem de vez em quando! Mas enfim, adorei a resenha. E sem contar a capa que é LINDA, né? rs. Beijão

    Luiza,
    Express Coffee

    [Responder]

  2. Gostei desse livro desde que você o mostrou no vídeo e estava esperando pela sua resenha. É bem interessante ver como três mulheres tão diferentes podem se encontrar durante uma viagem e construir uma amizade, também gosto dos livros onde as personagens são reais e você pode se colocar no lugar delas e se lembrar de momentos da sua própria vida através de cenas vividas no livro.
    “Alguém como você” deve ser mesmo muito bom (Gostei principalmente do tamanho dele!), é bom ler um livro assim, com situações que podem acontecer com qualquer pessoa.

    [Responder]

  3. vou colocar esse no skoob.
    “Eu adoro chick-lits por mostrar mulheres normais arcando com as consequências de seus atos normais.” eu tenho um pouco de problema com pessoas normais, mas…

    [Responder]

  4. Eu quero muito ler esse livro! Também adoro um chick-lit bem “normal”, porque, além de ter as partes engraçadas de todo chick-lit, consegue ensinar muitas coisas. A gente pode até não viver tudo aquilo que as personagens vivem, mas aprendemos muito com os seus atos.

    E acho que amizade consegue se fortalecer mesmo longe. Eu tenho amizades assim, que eu vivia junto das minhas amigas e, depois que eu mudei de cidade, só mandamos cartas, e-mails e etc… Acho que o que conta mais é o fato de nos gostarmos, de querermos o bem uma da outra… =)

    Adorei a resenha!
    Beeijo! ;3

    [Responder]

  5. Estou louca pra ler esse livro desde que li a sinopse dele.Parece ser bem legal.
    + é muuuito grande menina!Parece aquele livro Cheio de Charme..hahah
    Adorei a resenha
    bjs

    [Responder]

  6. Quero faz tempo esse livro, mas o preço não ajuda! De qualquer forma, o enredo parece ótimo e esse tipo de história sempre diverte. Beijos

    [Responder]

  7. Chick-lit <3 e gosto desses que tem vários personagens com histórias diferentes, vc acaba escolhendo uma personagem preferia e torce pra que tenha mais partes dela no livro hahaha

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge