Resenha: Twenty Boy Summer

Esse livro conta a história de Anna, Frankie e Matt, três vizinhos amigos de infância. Frankie e Matt são irmãos e Anna é a melhor amiga deles. Secretamente, Anna sempre gostou de Matt, e quando ele a beija na noite do aniversário dela, tudo se ilumina pra ela – exceto que Frankie não sabe sobre eles e Matt quer contar pra ela quando eles tiverem um momento propício, a sós, na viagem iminente deles pra ZanzibarBay. Mas “o” acidente muda tudo e a próxima viagem à ZanzibarBay um ano depois é cheia de memórias, segredos e tentativas de esquecer o que passou.

Nah, essa sinopse ficou totalmente meia-boca. Não passa um quinto do sentimento do livro. Esse livro é daqueles que você começa a ler e começa a sentir tudo. A narrativa é tão real e tão emocionante que quando você vê já tá amando o Matt, e depois chorando rios, e depois lutando com as personagens pra que, de alguma maneira, a vida pós-acidente não seja um peso árduo demais. E você sente a dor, a culpa, o prazer, você praticamente sente a sensação da praia na sua pele junto com as personagens. O livro todo é bem intenso nas sensações que ele descreve. Adorei muito mesmo.

O melhor mesmo é porque o livro todo é muito real. A dor é real, o amor é real, a amizade é real, os dramas familiares são reais, as sensações são reais. O livro todo é cheio de altos e baixos, exatamente como a vida. Não há felicidade sempre, não é sempre perfeito. Mas tem aqueles momentos que vão ficar pra sempre, que marcam completamente.

O título e a capa do livro tem tudo a ver com a história. O título se refere ao verão em ZanzibarBay um ano após o acidente, onde a história acontece e onde Anna e Frankie fazem uma aposta pra que, durante o verão, as duas conheçam vinte garotos diferentes, pra ver se entre algum deles nasce um “amor de verão”. E o coração lindo da capa é feito de pedaços de vidro que os personagens encontram na areia da praia, de diversas cores. O vermelho é o mais raro (tão lindo!).

Livro: Twenty Boy Summer

Autora: Sarah Ockler

Lançamento: 2009 – sem previsão no Brasil

Editora: Little, Brown

Links: Skoob / Goodreads

Compre: Cultura / Book Depository

Livro cedido para blog tour pela Guta do Murphy’s Library! Veja as outras resenhas aqui!

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

14 Comentários em Resenha: Twenty Boy Summer

  1. Olha, não vou dizer que não dá vontade de ler… mas parece tão triste >.< Achei legal a idéia das duas meninas conhecerem os 20 caras e tal, o coração das garrafas… Mas.. mas.. parece triste demais!!!

    [Responder]

  2. aaah eu quero ler!
    Achei a capa linda, e história triste são marcantes *-*
    Gosto de um pouco de drama…..

    Amei a resenha e a sinopse :)

    Beijos,

    Gabi
    Mundo Platônico

    [Responder]

  3. Esse livro parece ser tão legal, mesmo sendo triste. Espero que ele seja lançado no Brasil.
    A capa é muito bonita, mas eu jurava que o coração era feito de pedaços de papel colorido.

    [Responder]

  4. Poxa deve ser super triste mesmo Mary ;_; Não sei se estou preparada para ler um livro tão intenso assim e cheio de tristeza ._. (sou muito sentimental)
    Mas adorei a resenha! Será que ele tem chances de vir aqui para o Brasil?

    [Responder]

  5. Parece ser um livro triste, mas, ao mesmo tempo, tão bonito… Já tinha lido uns capítulos e deu pra notar que é daqueles livros que, mesmo que você não chore muito com livros, nesse você vai chorar… A temática é meio… intensa, mas parece ser tão interessante… E a capa, perfeita!
    Bjs ;*
    Isa.
    ~Portal dos livros

    [Responder]

  6. Já tinha lido a sinopse desse livro e sinceramente me encantei,eu adoro esses livros que passam uma mensagem e que nem tudo são flores,que tenham momentos tristes que amadurecem os personagens.
    Já está na minha wishlist

    *ótima resenha*
    bjs

    [Responder]

  7. A capa já tinha chamado a minha atenção, porque é linda demais e, depois da sinopse, bom, eu fiquei morrendo de vontade de ler…
    Mas, puxa, parece ser tão triste! E por mais que seja triste, esse negócio dos sentimentos serem muito reais e você sentir tudo já me conquistou de vez! \o/
    E essa aposta, hein? Eu quero saber se elas vão conhecer todos esse garotos! #curiosidademematando

    Adorei a sua resenha!
    Beeijo! ;3

    [Responder]

  8. Melhor livro de 2010 e um dos livros mais bonitos que já li. Todo o significado dele, o desenvolvimento, o crescimento, é bonito demais. *_*

    Que bom que gostou, Mary, fico feliz demais que o livro esteja sendo tão bem recebido pelo pessoal da Book Tour. 😉

    Beijocas,
    Guta
    Murphy’s Library

    [Responder]

  9. Nossa quero muito ler, mas no momento não to muito com o coração preparado pra esse tipo de livro, to numa fase chorona rss…

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge