Resenha: Thanks for the Memories

Nesse livro conhecemos Joyce e Justin. Justin Hitchcock é um grande historiador que, após se mudar de Chicago para Londres por causa de sua filha e de seu divórcio, faz de uma doação de sangue um grande passo de superação. E Joyce é uma mulher que precisa superar muita coisa também: em um acidente na sua casa ela acaba perdendo seu bebê, e isso a leva a perder (ou assumir a perda) do seu casamento de dez anos também. Mas além disso, o acidente a deixa estranha. Ela tem sensações de déjà vu e conhecimentos e gostos totalmente diferentes de antes. E uma sensação de familiaridade com certos lugares e pessoas totalmente inexplicável. Começando de um jeito totalmente estranho e incomum, a vida dessas duas pessoas se entrelaçam sem que elas se deem conta.

Devo dizer que amo a Cecelia Ahern desde Ps. Eu te Amo. Então não foi uma surpresa pra mim eu adorar cada página desse livro e ficar louca pra saber o que tem nas quase quinhentas páginas dele. A Ahern consegue levar o leitor não apenas a uma história de amor emocionante, mas também a histórias de vida muito emocionantes – e tudo o que a experiência traz consigo: todas as alegrias e tristezas. Os dois personagens principais se encontram pela primeira vez em um salão de beleza, por uma coincidência, mas parece que já se conhecem há tempos. A partir desse encontro as “coincidências” e a familiaridade só aumentam e outros encontros e vários desencontros acontecem. Mas o melhor de tudo é que não é uma história superficial; toda a trajetória de vida deles é levada em conta pra fazer com que eles sejam daquela maneira e a Cecelia intercala presente e passado na narrativa. Já vi comentários dizendo que o livro era “lento”, mas eu não concordo, pois acho que tudo é algo pra amadurecer mais os personagens, sabe? Achei isso muito bom.

Eu pensei até que iria me decepcionar com esse livro, pois a Cecelia não é conhecida pelos seus finais felizes – os livros dela são extremamente reais e a realidade na maioria das vezes é bem dura – mas isso não aconteceu. Nas últimas páginas do livro eu estava sem ar pra saber o que iria acontecer, como tudo ia acontecer e OMG, se eu precisasse eu iria virar a noite pra chegar ao final do livro. Lembro que, logo quando comecei a visitar blogs literários, alguém resenhou esse livro e disse que não gostou do modo tudo acontece e eu comentei no post mostrando minha opinião e etc, e foi uma conversa super legal mas eu não lembro quem escreveu o post, de qual blog era. Muito triste, queria relembrar nossas opiniões pra ver se eu continuo com o mesmo pensamento após ter lido o livro.

E como eu disse ontem, no post sobre a Cecelia Ahern a Editora Rocco publicou esse livro recentemente aqui no Brasil e meu instinto consumista me leva a querê-lo todos os dias, mas os preços salgados da Rocco me impedem. Mas se vocês puderem e gostarem do estilo do livro, recomendo muitíssimo. Como eu disse antes, a história é bem real mas o toque de “sobrenaturalidade” fez com que a história ficasse encantadora.

Livro: As suas lembranças são minhas / Thanks for the Memories

Autora: Cecelia Ahern

Lançamento: 2010 (Brasil) / 2008 (original)

Editora: Rocco / Harper

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

30 Comentários em Resenha: Thanks for the Memories

  1. A capa não tem nada a ver com o clima da história. Quer dizer, não sei mesmo porque não li o livro em si, mas pelo o que você contou… achei curioso esse fato. Ela é tão colorida, me lembra bolos e doces hahaha

    ;*

    ;*

    [Responder]

  2. Mari adoro suas resenhas! Queria conhecer os livros dessa autora! A Rocco tem sempre um livro bom, mas os preços…
    Fiquei com vontade ler esse livro! Espero consegui comprar por sebo, não sei!
    Adorei sua resenha!

    [Responder]

  3. Ei Mary!
    Esta foi daquelas resenhas que dá vontade de ler o livro.
    Nunca li nenhum livro da autora, só vi Ps eu te amo (até procurei o livro para comprar, mas não encontrei nem em sebo).
    Apesar da Rocco ser fura olho, quem sabe eu não animo e compro?
    Bjins

    [Responder]

  4. Esses preços da rocco me dão agonia, são tão exobitantes que até ficamos impossibilitadas de comprar mesmo querendo muito. Poxa, tem qua 500 páginas mesmo? O.o pensei que tivesse menos… Resenha perfeita Mary :)

    [Responder]

  5. Aê, entendi a capa agora, haha.
    Eu gosto de livros com temas reais, sabe? Acho que eu consigo mergulhar melhor na história porque tenho mania de fazer de conta que sou um outro personagem e tal, haha.
    Adorei a resenha e o livro! Não ligo para histórias lentas, sabe? Acho que tudo depende de como tudo é desenrolado, pode ser bom ser devagar para o leitor poder analisar tudo e tal ^^

    [Responder]

  6. lendo a resenha ñ entendi a capa brasileira, mas td bem pq a historia me encatou, acabei de colocar ele na lista para leitura, a unica pena é q o preço é um pouco salgado mas pela historia com certeza vale a pena.. parabéns pela resenha, adorei ela!!*-*

    [Responder]

  7. Eu nunca tinha ouvido falar desse livro, pra falar a verdade! Agora que você resenhou, achei interessante a história e vou procurar ler.
    É a primeira vez que visito esse blog, segundo você, caí de para-quedas, haha :’)
    E já tô gostando. x

    [Responder]

  8. Gostei da capa da Rocco. Não sei qul o meu problema com as capas tipo desenho, mas prefiro as que são tipo fotos, ah sei la, sou muito estranha.

    Não gosto muito de livros tristes porque me dão vontade de chorar, então prefiro os livros sobrenaturais.
    Enfim, adorei a resenha e as capas.
    Beijoos.

    [Responder]

  9. Nunca li nenhum livro dela, só vi o filme P.S. Eu Te Amo, e gostei muito. Queria encontrá-lo com um preço pelo menos razoável. Você também me fez ficar curioso para ler esse livro, mas como você disse pena que é tão caro. Mas espero poder comprá-lo em breve, tenho quase certeza de que irei gostar muito.

    [Responder]

  10. A resenha ficou ótima!! Eu não curto muito livros assim, apesar de já ter lido alguns e ter gostado bastante. Eu li PS: Eu te amo e apesar de reconhecer que ele tem uma boa estória que me emocionou, eu não consegui gostar dele.

    [Responder]

  11. :O ,adorei o nome do livro traduzido para o portugûes,”As suas lembranças são minhas” ficou show!
    Bom,como eu tinha comentado no post que vc fez sobre a autora,eu não a conhecia muito bem,nunca li nada dela,e ainda não sei se o estilo dela faz o meu estilo de leitura! (entendeu? o.0)
    Porém..a história do livro,em si,parece ser bem bonita!
    Mãos coçando para comprar,UHAHSUASHUASHUH!

    Adorei a resenha,Beijos,Guilherme
    Devorando Letras ^^

    [Responder]

  12. Justin Hitchcock? Que sobrenome hein, rs

    Ahhh Mary, eles se encontram no salão, deve ser por isso da capa da Rocco então, rs

    Fiquei com muita vontade de ler, vou lá add no skoob, mas eu ainda queria mais o PS eu te amo :)

    @tathys

    [Responder]

  13. ja sei qual o proximo livro dela que vou ler 😀
    adorei, e voce tem razao, nao tem essa de finais felizes, rs. mas eu até que gosto da realidade, livros só com finais alegrinhos cansa, é bom quando sai da rotina. rs :*

    [Responder]

  14. quando eu vejo que é da rocco já fico triste. atri SGAOIHSA mas é que é meio ruim né, por não ser tão em conta. mas se eu tiver a chance de ler eu aproveitarei. tipo, gosto dessas coisa de amor aí, mesmo que as vezes eu ignore um pouco isso, ams falaserio!! todo mundo é meio romantica. e sabe que eu até gosto de final que nao é mt feliz? me acabo chorando né, mas igual, acho mais real tb.
    eu nunca li nada dela:/ espero poder. e agora a capa faz sentido ahá! ASGIOHGASOIGSAO
    bjbj

    [Responder]

  15. Adorei sua resenha, Mari! Empolgada como sempre, hahaha *-*
    Só acho que o título da Rocco é meio… Seco? Malvado? Não sei explicar, mas não achei fofo como em inglês. E, agora que você falou do salão, a capa nacional fez sentido. Ainda bem :)

    Entrou pra lista, CLARO! *-*

    Beijocas!
    Juh Oliveto
    Livros & Bolinhos ~

    [Responder]

  16. Ah pelo que você descreveu é o tipo de livro que gosto! Me lembrou bastante, pelo menos lendo sua resenha, o filme “Feitiço do Coração” não sei se é isso mas me lembrou. Está anotado na minha listinha.bjinho.

    [Responder]

  17. Eu adorei a capa que a Rocco preparou para a versão em português. Ultimamente tenho tido essas sensações de dejàvú, será que vou encontrar alguém assim também? rs

    Ótima resenha. Beijão.

    [Responder]

  18. Adorei a resenha, o único livro da Cecelia que já li foi Onde terminam os arco-íris que é mto lindo e mto fofo. Tow a tempos para ler outra coisa dela mas até agora nada, quem sabe seja esse.
    Eu adoro a capa original desse livro, principalmente em hardcover que é vazadinho ( acho que é esse mesmo)

    =)

    [Responder]

  19. Nunca li livros dessa autora, na verdade nem a conhecia hehe gostei bastante do enrendo. E uma coisa inédita aconteceu, gostei tanto da capa original quando da brasileira hahaha

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge