Resenha: Gone

Antes da resenha: Esse é o segundo post de hoje! Se você não viu o primeiro, dá uma olhada: é o novo meme: Trecho de Terça! E eu coloquei um trechinho de Gone!

Em Praia Perdida, uma cidade pequena da Califórnia, num minuto o professor estava dando aula; no outro, ele sumiu. E assim acontece com todos os adultos: eles desaparecem, ficando somente os mais jovens adolescentes. Como será a vida deles agora? Porque isso aconteceu? Quando isso vai passar? Contar mais do livro é spoiler. Pensou num mundo sem adultos? Complicado, né? E o melhor é que o livro ainda tem mais coisas, que você vai descobrindo com o passar do tempo, junto com os que não sumiram…. e os que estão prestes a sumir.

O que eu mais gostei no livro foi que os personagens são adolescentes e eles agem como tal. O valentão da escola quer ser o valentão sempre, mas nem sempre tem inteligência pra isso. Eles adoram o fato de não ter adultos, mas sentem uma tremenda falta deles. E eles não se controlam,  não se atem ao pensamento de trabalho e economia que uma pessoa mais velha pensaria antes de tudo.

O livro é contado pelos diversos pontos de vista dos diversos personagens que aparecem no livro, cada qual com sua diferente situação e sua personalidade. É bem legal ver como cada um reage às mudanças que acontecem e como cada um tenta resolver (ou não) o que está à sua volta. Lembram que eu disse que Jogos Vorazes era brutal? Gone é mais. Muito mais. De um jeito mais cru, mais doentio até. É impressionante. Enquanto alguns se preocupam e só querem uma vida tranquila, como Sam, outros você consegue sentir a crueldade pingando do livro, como Drake (sério, senti medo, foi angustiante).

Apesar de ser um livro grande e MUITO tenso, a leitura flui muito bem. Quando eu vi já estava na metade do livro e daí pro fim foi um pulo. Não sei se eu gostei do final. Claro, sem ele não haveria um segundo livro, mas… vamos combinar, né? Esperar pra quê?!

Gosto muito da capa brasileira, mais até do que a capa original. A edição brasileira deixa um suspense a mais, sabe? Eu pelo menos fiquei o livro todo imaginando quem seriam os quatro personagens da capa! E gostei que a Record manteve o título original, só colocando um subtítulo em português. Gosto dessa coisa de subtítulo, pelo menos não estraga o título (apesar de várias subtítulos serem terríííveeis!). Mas ouvi dizer que o segundo da série, Hunger, será traduzido (Fome)! Quem concorda comigo que vai ficar terrivelmente TOSCO comente sobre isso nos comentários!

Enfim, recomendo bastante pra dar aquela pensada sobre como seria viver num mundo totalmente diferente do nosso, apesar das semelhanças, e instigo muito ler o resto da série – que está no terceiro livro (Lies) e terá o quarto (Plague) lançado próximo ano!

Livro: Gone – O mundo termina aqui

Série: Gone #1

Autor: Michael Grant

Lançamento: 2010 (Brasil) / 2008 (original)

Editora: Galera Record

logo_galera

No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

16 Comentários em Resenha: Gone

  1. mari, esse livro parece ser muito bom mesmo! tenho um pouco de medo de ler porque já tive pesadelos em que todos os adultos do mundo sumiam, quando eu era adolescente, e não era nada legal… ueheueheu
    realmente, a capa brasileira é bem mais bonita! e sério que vão traduzir o título do segundo? credo… ¬¬

    abraço!

    [Responder]

  2. Nossa, que livro diferente! XD Eu não consigo me imaginar em um mundo só com adolescentes, porque se foram com adolescentes como os que convivo todo dia na faculdade, eu com certeza surtaria e fugiria pra outro planeta :X HAHA
    Comentários: a capa americana é HORRÍVEL! Quem fez aquela capa, hein? Pelo amor de Deus! Mil vezes a brasileira \o/

    Comassim traduzir o nome do livro para FOME?! Tá parecendo mais canibalismo misturado com Fome Zero oO’ Enfim, não gostei 😡 HAHA

    [Responder]

  3. Estou louca para ler esse livro!
    A história é bem interessante… To mega curiosa já que falam que é super forte tb!
    Quanto ao título, bem, vi ficar horrível “Fome”… Hunger é bem melhor! Ou alguma coisa melhor…
    E a capa brasileira é muito mais bonita e interessante!

    Adorei a resenha!
    bjus

    [Responder]

  4. Mari, só o finalzinho, a parte que fala da capa e tal… CONCORDO! Essa é MUITO mais bonita. *o*

    Não li a resenha porque estou fugindo delas [e das de JV] porque quero MUIIIITO ler ambos os livros e não quero pescar nada da história 😛

    Beijocas!
    Juh Oliveto
    Livros & Bolinhos ~

    [Responder]

  5. Amei esse livro demais! Com certeza esta entre os meus preferidos!! Confesso que tbm tive medo de Drake em certas partes, e fiquei bem tensa! Me surpreendi com tudo e no final morri de raiva pq não acaba neh? Rs…
    Fiz resenha dele hoje tbm
    beijooos

    [Responder]

  6. Eu concordo que “Fome” vai ser muito tosco O.o Se não traduziu GONE, pra que traduzir HUNGER?????????

    Enfim… ainda to pensando se leio ou não esse livro. Comentei que ganhei né? Vamos ver se ele me ganha quando eu der aquela pegada, hasuhaushas

    Em mãos, a coisa muda né? E se eu ler, espero gostar tanto quanto estou gostando de Jogos Vorazes. Outro que eu não tinha a mínima vontade de ler…

    @tathys

    [Responder]

  7. Esse livro é o top da lista AI-MEU-DEUS-CADÊ-MNHA-GRANA! LOL eu quero muito ler! Na verdade, to atrás desse livro desde antes da publicação aqui no Brasil… então meu desespero só aumentou hahaha
    AH! As capas originais da série são toscas pra caramba. ugh! E eu também gostei mais da brazuca… e que bom mesmo que deixaram o título original (o que cada vez mais editoras vem fazendo) mas aí querer traduzir o título do próximo??? Cadê a consistência? Vai ficar estranho!

    [Responder]

  8. Mary,
    Adorei a tua resenha! Fiquei com mtaaa vontade de ler! Realmente, gostei bem mais da versão brasileira da capa, mas eu tbm não sou mto chegada numa capa com pessoas reais, então…

    Bjosss

    [Responder]

  9. Gone é a minha proxima compra. De tanto ouvir que é um livro brutal eu decidir comprar. Além de que é um livro que parecer ser muito emocionante. Logo, vou comprar ele e Hunger Games.

    Mary concordo com você, a capa brasileira é bem melhor que a norte-americana. A Galera sempre faz um ótimo trabalho com as capas.

    A resenha está maravilhosa, só me fez ter certeza de que ‘Gone’ tem que ser minha proxima compra.

    [Responder]

  10. Oi, Mary!
    Muuuito boa a resenha!
    Li Gone e amei…
    E não fique tão desesperada! Se não me engano, a Galera disse que Hunger será Famintos. Eu, particularmente, acho “menos ruim” que Fome USHAUHSUAS.
    Beijos.

    [Responder]

  11. Parabéns pela resenha, muito boa!
    Geralmente em alguns filmes é sempre assim, quando se é criança ou adolescente, queremos que os adultos sumam(bem, eu nunca pensei assim), mas ai vemos que necessitamos, de várias maneiras, deles em nossas vidas.
    Já tinha visto algumas coisas sobre este livro(mas foi a primeira resenha que leio dele :]), não havia me chamado muita atenção, conhecendo um pouco mais dá história, até me surgiu um vontade de lê-lo, mas infelizmente vai ter que esperar um pouquinho pois a fila de prioridades já está meio apertada.
    Fome? Mas que subtítulo mais feio é esse!Não tem um melhor não.

    ~~Bjss

    [Responder]

  12. Quero esse livro, ele é do meu genero preferido no momento, futirista, pena q ele ta cara ainda, fico sempre procurando na estante virtual pra ver se eu encontro uma promoção dele.
    Amei a resenha, ela só aumentou minha vontade de ler.
    Bjinhos

    [Responder]

  13. Esse livro parece ser muito bom, não tinha me interessado muito nele antes, mas depois que li sua resenha fiquei com vontade ler o livro.
    Parece bem interessante ver como tantos adolescentes vão se virar sem nenhum adulto por perto, também achei legal que o livro mostre o ponto de vista de personagens diferentes, pelo jeito o livro é bem tenso mesmo.
    Também achei a capa nacional muito mais bonita do que a outra, mas não entendo porque uma editora lança um livro de uma série com o título original e o outro livro da mesma série com o título traduzido! Não faz nenhum sentido isso!

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge