Resenha: Dark Lover

Essa resenha está participando do Summer Beach Read Challenge, e por isso, está em português e em inglês.

This review is part of Summer Beach Read Challenge and, because of that, is written in Portuguese and in English.

Esse é o primeiro livro da série Irmandade da Adaga Negra.

A Irmandade é um grupo formado por seis vampiros, que lutam para se proteger dos Redutores – mortos-vivos caçadores de vampiros. Nesse primeiro livro começamos a conhecer o grupo e em especial Wrath, o último vampiro de raça pura do mundo e também o Rei dos vampiros. A missão de Wrath no momento é proteger a filha de um dos Irmãos, que é meio humana, meio vampira e não sabe de sua condição.

E assim começa o relacionamento dos dois. Mas o que eu mais gostei nesse livro é que ele conseguiu juntar uma história de amor (e bem hot) com o relacionamento dos Irmãos entre si – que é lindo: nada melhor que homens lindos, fortes, inteligentes e que são educados e respeitosos (tá em falta hoje em dia!) – e ainda a luta da Irmandade contra os redutores, ou seja, algumas partes de ação também. Tá, isso é normal em um livro bom, mas é muito interessante porque a Irmandade tem sua própria cultura, os valores são fortes e respeitados e a noção de proteção deles é linda.

É meio estranho porque todos eles só se vestem com couro da cabeça aos pés (e eu ainda não entendi o porquê disso), mas isso é só um detalhe que não interfere em nada. É legal que a história tem três pontos de vista: o de Beth (a filha mestiça), o de Wrath e o de um dos Redutores, que mostra a história de um ângulo diferente, da preparação dos ataques contra os vampiros.

__________________ENGLISH____________________

This is the first book of the Black Dagger Brotherhood series.

The Brotherhood is a group formed by six vampires, whom fight to protect themselves from the Slayers – undead vampire hunters. In this first book we get to know the all the six vampires, especially Wrath, the last purebred vampire of the world and the King of the vampires. Wrath’s mission at the moment is to protect the daughter of one of the Brothers – half human, half vampire – who still doesn’t know her condition.

That’s how their relationship begins. But I liked the most is because it has the romance part (a very hot one), it has the relationship among the Brothers – which is awesome: nothing better than gorgeous, strong, smart, well-educated and respectful men! – and the war between the Brotherhood and the Slayers – action part, a bit. Ok, this is normal in a good book, but it’s more interesting because the Brotherhood has your own culture, the values are strong and respected and the protection among them is amazing.

It’s kinda weird because everyone dress leather all over the body (and I still don’t understand why), but this is just a detail that doesn’t interfere in anything. It’s cool because the story has three different point of view: from Beth (the half-blooded daughter), from Wrath and from one of the Slayers, giving the point of view of the enemy and how they will atack the vampires.

Rating: 5 stars (of five)

Cinco estrelas  e a recomendação de comprar logo o segundo, pra ler em seguida! Fiquei louca! E agora tô louca pelo terceiro!
O livro é de 2005 (!) e foi lançado aqui no Brasil em 2009, com tradução de Jacqueline Valpassos. A série conta com 8 livros, e o terceiro livro (Amante Desperto) será lançado aqui ainda esse mês.
No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

6 Comentários em Resenha: Dark Lover

  1. Nossa tudo de bom esse livro, o Wrath é um deus .. rss
    Vc falou tudo Mari, nada melhor que homens lindos, fortes, inteligentes e que são educados e respeitosos.

    [Responder]

  2. Mari li Amante Sombrio e amo a história. Wrath é maravilhoso e a narrativa é gostosa e vc consegue ler com tranquilidade. Os irmãos são tudo de bom e as cenas hots(deixa eu respirar)não são nada leves. É um ótio livro e recomendo.

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge