Resenha: She went all the way

Ela foi até o fim, da Meg Cabot. Eu tinha esquecido totalmente de falar sobre esse livro aqui. Eu até esqueci de botá-lo na minha lista de livros lidos desse ano (que fica na sidebar, já viu? vai um pouco mais embaixo que você vai ver ^^)! Mas eu o li mês passado, e ainda não tinha postado a resenha. Então tá aqui! Lou Calabrese é roteirista de filmes. Ela até ganhou um oscar, mas esse oscar lhe rendeu o namorado. O tal namorado, Barry, foi o ator principal do filme ganhador, e trocou Lou pela atriz principal. Mas a vida tem que continuar, mesmo com todos os tablóides ostentando o casamento dos dois (fato engraçado da vida de Lou: Barry, quando estava com ela, sempre dizia que não queria assumir um compromisso mais sério – casamento). E o próximo filme de Lou está sendo filmado no Alasca, e ela precisa ir lá pra impedir o diretor de causar uma série de problemas ambientais por explodir uma caverna. A única coisa ruim era que Lou iria ter que fazer essa viagem com Jack Townsend, também ator e uma pessoa odiável. Mas também… um odiável MUITO gostoso! O que ela não sabe é que Jack é o menor dos seus problemas, já que essa viagem para o Alasca tem muitos segredos, que incluem atentados à vida de Jack e Lou. Mas porque alguém iria querer matá-los? Ou seria só Lou? Ou seria só Jack? O fato é que eles estão no meio do Alasca, sendo perseguidos por assassinos, sem saber pra onde ir. Sorte que eles conseguem encontrar um abrigo, uma pequena casinha, com apenas uma cama – de solteiro – e uns poucos biscoitos. Lou concorda que foi realmente uma sorte encontrar aquele abrigo, mas seria sorte passar tanto tempo na companhia da pessoa odiável que era Jack? E porque – mesmo ele sendo tão odiável – Lou sentia uma estranha excitação perto dele…?

O livro é ótimo! Uma leitura super leve, agradável, com um toque hot (em poucas cenas, mas hot!) e aquele jeito Meg Cabot de escrever, né? Ela é rainha, fato! Nesse livro não podia ser diferente! Ela consegue misturar um poquinho de drama, com comédia (muitas cenas engraçadas deles dois no abrigo!), romance lindo e um pouco hot =9 (achei que ele deveria ter sido publicado por um selo mais adulto da Record! o selo normal, que saiu Becky Bloom, por exemplo!) e ainda uma trama de ação! *-*
Cinco estrelas reluzentes! (Queen Meg!)
No TweetBacks yet. (Be the first to Tweet this post)

6 Comentários em Resenha: She went all the way

  1. eu não sou nem um pouco fã da Meg Cabot (diário da princesa me traumatizou ASUHAAUHSHU) Mas esse livro chamou minha atenção!

    [Responder]

    nicholas

    como assim?! haha achou o diário da princesa mt boring? AMO a meg <3

    [Responder]

  2. É,eu tbm já ouvi falar que esse livro faz parte da seção de “livros mais adultos” da Meg!(em uma resenha da Pâm,do Garota It)Não é uma das minhas capas preferidas dentre todos os livros da Meg Cabot lançados até hoje no Brasil,mas eu até gosto.Pelo pouco que eu li (Sinopse,resenhas) parece ter a ver com a história do livro!
    :)

    [Responder]

  3. Fico impressionado com a Meg, até hj não li um livro sequer dela q eu não tenho gosta. Ela consegue escrever uma diversidade de temas diferentes e mesmo assim mantem a qualidade dos livros.
    Esse é mais um livro dela q entra na lista de livros a serem lidos
    Bjinhos

    [Responder]

  4. Sempre quis ler esse livro da Meg, cheguei a colocá-lo no meu carrinho de compras várias vezes, mas quando finalmente ia comprá-lo acabei trocando e comprando A Rainha da Fofoca.
    A Meg Cabot tem tantos livros ótimos que fica difícil escolher um só, mas como ela tem muitos livros lançados, também é muito difícil ter todos.
    Acho essa capa nacional bem mais bonita do que a capa original e a história parece ser bem engraçada, imagino que os momentos Hots devem ter sido ótimos também!

    [Responder]

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


CommentLuv badge